1 1 1 1 1

alface1A alface é uma planta da família das Asteraceae, do género Lactuca e da espécie Lactuca sativa L.

Trata-se de uma planta herbácea, de ciclo anual, com raiz aprumada e pouco desenvolvida, apresentando-se mais ou menos ramificada em função do modo de produção e das caraterísticas do solo.

De caule ereto, com entrenós curtos e folhas dispostas em roseta na fase vegetativa de pré espigamento que se alongam formando uma haste floral ramificada com cerca de 1 a 1,5 m de altura, originando flores amarelas hermafroditas agrupadas em capítulos na sua extremidade, sendo os frutos pequenos aquénios.

As folhas podem ser lisas ou frisadas, de forma arredondada, lanceolada ou quase espatulada, com bordos recortados ou não, apresentando uma diversidade de cores do verde-claro ao verde-escuro, existindo cultivares avermelhadas ou arroxeadas pela presença de antocianinas. Podem ou não formar repolho.

A alface tem um grande teor em água, cerca de 95% do seu peso, apresentando também algum teor em fibras (1,5 %), em proteínas (1,25 %), em açúcares (0,9 %), em minerais "Ca, P e Fe" (0,7 %) e ainda em lípídos, vitaminas A, E e complexo B e ácidos orgânicos.

As folhas da alface são muito apreciadas, não tanto pelo valor nutritivo (8,6 kcal / 100 g), mas pelas suas qualidades dietéticas (vitaminas e fibras), pela sua fácil preparação e utilização decorativa.

O seu consumo está praticamente generalizado em todo o mundo, estando muito ligado às saladas cruas, acompanhando pratos diversos e sanduíches, podendo, no entanto ser consumida após cozedura.

A sua utilidade está também ligada à produção de cosméticos para o tratamento da pele, possuindo ainda qualidades hipnóticas e sedativas que a fazem ser usada como calmante e no combate à insónia.

Na produção de alface para salada, o seu ciclo cultural não coincide com o ciclo vegetativo, uma vez que a colheita é realizada antes do início do espigamento, pois as folhas adquirem um gosto amargo que as desvaloriza.

Nas nossas condições climáticas cultiva-se todo o ano, mesmo ao ar livre.

Divisão de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola

Comentários  

# Miguel Vieira da Silva 22-03-2015 16:51
Boa tarde,

Sou aluno da FCSH-UNL e estou a desenvolver um trabalho que consiste em analisar a evolução da produção de alface em portugal e comparar com a produção na Área de Lisboa. Seria possível fornecer-me valores relativos aos anos de 2000, 2005, 2010 e 2013 ou 2014?
O portal do INE só tem informações de 2011 para cima.

Desde já agradeço a atenção,

Miguel Vieira da Silva
Responder | Responder com citação | Citar

Comentar

Código de segurança
Atualizar