1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

Na próxima semana, prevê-se a continuidade das condições razoáveis para qualquer tipo de atividade na exploração agrícola, nomeadamente as mobilizações de solo, mondas, podas, enxertias e pulverizações.

Apenas na próxima segunda-feira está previsto chuva e vento com alguma intensidade o que inviabilizará qualquer intenção de aplicação de produtos fitofarmacêuticos, assim como, mobilização de solos.

Os períodos de chuva irão ser mais frequentes em quase toda a região ao longo desta semana, o que permite reduzir gradualmente as regas.

TRATAMENTOS FITOSSANITÁRIOS

Na aquisição dos produtos fitofarmacêuticos deve informar-se claramente das finalidades dos mesmos, assim como, quais as culturas para o qual está homologado, ou seja, para as quais está autorizada a sua aplicação. Não esquecer, o que deve ser um hábito, o registo das utilizações dos produtos fitofarmacêuticos.

- Frutícolas

No caso das fruteiras que não têm produtos fitofarmacêuticos homologadas para o combate da mosca da fruta (Ceratitis capitata), nomeadamente a nespereira, por ainda estar em produção, recomenda-se o uso de garrafas mosqueiras (armadilhas de captura massiva), para protegê-las desta praga.

Uma chamada especial de atenção para as zonas de produção de cereja e ginja, dever-se-á introduzir nos pomares as garrafas mosqueiras para captura em massa de Drosophila Suzukii, conforme recomendado na edição de 5 de agosto de 2015 do DICA - “Combate à nova praga na cereja e outros frutos, já tem pesticidas autorizados”.

Prosseguir com os tratamentos preventivos e curativos contra as doenças e pragas das diversas fruteiras: pedrado das macieiras e pereiras, lepra dos pessegueiros.

- Vinha

É a época certa para sulfatar a vinha, a título preventivo contra as eventuais formas hibernantes dos habituais fungos (míldios e oídios). Evitar, contudo, os dias chuvosos e/ou ventosos quando decidir fazer esta aplicação.

- Hortícolas

Pulverizar batatais e tomateiros com caldas cúpricas para evitar o aparecimento de míldio.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

OPERAÇÕES CULTURAIS

- Sementeira

Continuar com a preparação dos canteiros, para as sementeiras de primavera/verão.

Semear milho estreme ou consociado com feijão, onde se possa facilmente regar.

Ainda vai a tempo de proceder à sementeira de abóboras, agriões, alfaces, cenouras, couves, ervilhas, feijões e pepinos.

- Plantação

De igual modo, as condições climatéricas ainda são aceitáveis para a plantação do tomateiro, pepineiro, pimenteiro, brássicas, melancia e meloa.

Deverá aplicar um pouco de adubo azotado solúvel nas hortaliças que já se encontram pegadas.

Evitar, tanto quanto possível, que o adubo atinja as zonas verdes da planta, para evitar ‘queimaduras’.

- Poda

A poda ainda é recomendável nesta altura do ano e sempre que o estado do tempo permitir (como tem sido, de maneira geral, o caso). Para além do kiwi, recomenda-se podar macieiras e pereiras e ainda vai a tempo de podar a ameixeira, pessegueiro, anoneiras e citrinos.

-Jardins

Aplicar enxofre nas roseiras, para evitar o aparecimento do oídio, e mondam-se os botões mais pequenos, para obter flores mais perfeitas.

Combate-se o piolho das roseiras e doutras plantas de jardins, com inseticidas de contato.

Recomenda-se limpar as matas e não acumular o lixo facilmente combustível (madeira e folhagem), a fim de se evitarem eventuais incêndios.

Observação:

Para preservar e melhorar a fertilidade do solo é necessário usar técnicas culturais que tenham efeito direto sobre as suas características, sendo para isso fundamental, nas nossas condições, aumentar o seu teor em matéria orgânica, fertilizar racionalmente as culturas e corrigir a acidez do solo, de acordo com análises laboratoriais, que podem ser obtidas gratuitamente no Laboratório Agrícola da Madeira, situado na Camacha.

Relembra-se que quem ainda não tem o curso de aplicador de produtos fitofarmacêuticos que pode proceder à sua inscrição no site da Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, situação que lhe vai permitir normalizar temporariamente a sua situação, até 31 de dezembro do corrente ano.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 214 310

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar