1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

O processamento de produtos hortícolas no Centro de Abastecimento dos Canhas

processamento de produtos horticolas canhas 1 O Centro de Abastecimento Hortícola dos Canhas, comumente conhecido como CANHAS, é uma das quatro infraestruturas estrategicamente espalhadas pela ilha da Madeira, que compõem a Rede CA – Rede de Centros de Abastecimento Agrícola da Madeira.

Sob a dependência da Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, através da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, e a funcionar desde 2005, este centro está localizado numa zona com grande aptidão edafoclimática para a produção agrícola, valorizando para a comercialização produtos hortofrutícolas de uma área agrícola considerável, produtos já de si com excelente qualidade, e beneficiando diretamente 56 agricultores, que têm revelado uma dinâmica empresarial significativa.

Contando atualmente com um efetivo de 10 trabalhadores diretamente afetos a esta infraestrutura, o CANHAS está munido de equipamento mecânico (linha de processamento) vocacionado especificamente para a valorização da cenoura produzida na área de influência, através da respetiva lavagem, calibração e embalamento, respeitando as normas de comercialização estabelecidas para este produto hortícola.

Está equipado igualmente com tanques para a lavagem de hortícolas e plantas aromáticas e medicinais, apoiados por bancadas para a preparação destes produtos para a comercialização.

 

 

processamento de produtos horticolas canhas 2 Está ainda equipado com duas câmara de frio usadas para o armazenamento dos produtos hortofrutícolas, enquanto aguardam a oportunidade de comercialização.

Mas, de entre a ampla categoria dos hortícolas produzidas no concelho da Ponta do Sol, em geral, e na freguesia dos Canhas, em particular, o maior volume é atribuído ao nabo, seguido de perto pela cenoura, com valores na ordem das 56 toneladas para cada um dos produtos, no passado ano de 2020. De mencionar ainda as quantidades significativas de batata-doce, beterraba, couve e alho-francês também processados no CANHAS, além de outros, a exemplo da salsa, segurelha, espinafres, coentros, etc., em menores quantidades, mas de elevado valor comercial.

Durante todo o ano de 2020, o CANHAS acrescentou valor comercial a mais de 391 toneladas de produtos hortícolas, produtos estes destinados a abastecer as superfícies comerciais, restaurantes e hotéis de toda a ilha da Madeira, prova da importância do funcionamento desta infraestrutura de apoio aos agricultores.


Jorge Caldeira
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Comentar

Código de segurança
Atualizar