1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

A conservação da batata sem antiabrolhantes químicos

conservacao batata sem antiabrolhantes 1 Apesar dos vários artigos já publicados na DICAs sobre a conservação da batata (Solanum tuberosum), há, no entanto, um dado novo que merece ser abordado: a retirada dos produtos químicos de síntese para retardar o abrolhamento, os chamados antiabrolhantes.

A operação de colheita da batata da campanha de 2021 está em curso, pelo que é oportuno informar os produtores deste tubérculo que, desde 2020, já não é permitido por Lei a aplicação de antiabrolhantes químicos, utilizados para retardar o processo fisiológico do abrolhamento.

Sendo a capacidade de conservação diferente consoante a variedade de batata, há, contudo, diversos aspetos importantes a considerar e que são determinantes para um maior período de conservação e, por consequência, para a redução das perdas ao mínimo possível.

Desde logo, os cuidados começam no campo. Com efeito, a colheita só deve ser realizada quando o tubérculo atingir a completa maturação, de modo a que esteja bem encascado e que o teor de açúcares seja estável. Deve igualmente estar sã, livre de pragas e doenças, sem danos físicos (golpes ou feridas) ou fisiológicos. 

 

Ainda no terreno, deve ser realizada a seleção, para que se obtenham lotes homogéneos e sejam eliminados os tubérculos doentes ou feridos. Também não deve ser arrancada batata com a terra.

Até à última campanha, os agricultores que beneficiam dos serviços de conservação no frio da Rede CA – Rede de Centros de Abastecimento - podiam prolongar até seis a sete meses o período de armazenamento da batata, regulando assim os preços de mercado, com benefício para os mesmos.

Perante esta nova realidade, estima-se que o período de conservação da batata em bom estado seja reduzido para quatro meses. Aliás, informa-se os produtores que, no momento da entrega da batata para conservação nas câmaras de frio da Rede CA, ser-lhes-á facultado o aviso agrícola n.º 2 /DRA/DSML/2021 sobre este tema, bem como informados sobre o teor do termo de responsabilidade, caso pretendam conservar a batata por um período superior a quatro meses.

Assim, e uma vez que não é possível garantir a conservação por períodos superiores, recomenda-se a todos os produtores de batata que diligenciem junto dos seus habituais clientes para garantir o escoamento da batata conservada nas câmaras de frio da Rede CA, enquanto esta está em boas condições de consumo.

De salientar que a Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural está atenta à questão, já tendo em curso um ensaio para tentar encontrar um antiabrolhante natural para a batata.


Jorge Caldeira
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural
Direção de Serviços de Mercados e Logística
Divisão de Mercados Agrícolas

Comentar

Código de segurança
Atualizar