1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos 24a30 setembro (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

De acordo com os apuramentos meteorológicos de 1 a 7 de outubro (ver quadro), não houve grandes alterações na primeira semana de outubro nas condições do estado do tempo, ou seja, continuaram as temperaturas amenas, alguma nebulosidade e ausência de precipitação na costa sul e precipitação com fraco significado na costa norte e nas zonas altas, o que se revelam condições ótimas para a realização de todas as tarefas inerentes às boas práticas agrícolas.

Estas condições do estado do tempo obrigam, por outro lado, a uma atenção redobrada à frequência das regas na Costa Sul e nalgumas zonas da Costa Norte. Neste início de Outono, dever-se-á continuar a ser rigorosos no uso da água de rega, só a devemos usar, de acordo com as necessidades hídricas das culturas. É imperioso um uso racional de água.

As previsões do estado do tempo para os próximos dias (até 17 de outubro) são de dias de alguma nebulosidade a sul e com fraca precipitação (apenas a 13 de outubro) e maior nebulosidade a norte com possibilidade de alguma precipitação nos dias 8, 9 e 13 de outubro.

Ponto de colheita de hortaliças

horta O ponto de colheita das hortaliças determina tanto a sua aprovação pelos consumidores quanto a sua posterior conservação. Cada espécie tem o seu ponto de colheita apropriado. O ponto de colheita de algumas hortaliças descritas a seguir é fundamentado na experiência relatada em várias publicações.

Alface – A planta deve apresentar desenvolvimento máximo, sem o indício de formação da haste floral, ou seja, o alongamento do caule que precede o florescimento. Deve apresentar folhas tenras e sem sabor amargo.

Alho – Deve ser colhido quando as folhas começarem a amarelecer e secar. Para colher os bolbos mais secos, a irrigação deve ser suspensa pelo período de 2 a 3 semanas antes da colheita. Após a colheita, as ramas devem ser mantidas, e o corte deve ser feito quando elas estiverem bem secas (cura).

Batata – Deve ser colhida com as ramas já senescentes e prostradas. A colheita antes desse ponto é denominada colheita precoce e causa redução na produção. Os tubérculos devem apresentar a película bem aderida à polpa, para que esta suporte os atritos do transporte.

beringela
Beringela com sementes muito desenvolvidas

Beringela – Os frutos devem ser colhidos quando medem de 20 cm a 22 cm de comprimento, 8 cm de diâmetro e pesam de 180 g a 250 g. Nas cultivares de cor roxa, devem apresentar esta cor, escura brilhante, quase preta, polpa macia e sementes pouco desenvolvidas. Colhido muito novo, o fruto murcha rapidamente. Já o fruto colhido após o ponto ideal, apresenta sabor amargo por causa do desenvolvimento das sementes.

Cebola – A colheita da cebola deve ser feita quando cerca de 70 % das plantas tiverem sofrido tombamento (quebra pela base) e amarelecimento das folhas. Para que as ramas fiquem enxutas, a irrigação deve ser suspensa pelo período de 2 a 3 semanas antes da colheita. Para que as ramas do “pescoço” (colo) estejam desidratadas no momento do corte, as folhas precisam de uma secagem adicional (cura), pois o corte de tecidos vivos do “pescoço” favorece a penetração de patógenos que causam o apodrecimento. Plantas de “pescoço” grosso, que permanecem eretas, e bolbos com pequenas infeções visíveis devem ser consumidos rapidamente.

 

previsoes meteorologicas 02a10 outubro (NOTA)

cenoura
Cenouras com “ombro” verde

Cenoura – As raízes devem ser colhidas quando medem de 12 cm a 20 cm de comprimento e de 2 cm a 4 cm de diâmetro. As raízes de maior valor comercial são firmes, têm cor laranja intensa e não possuem “ombro” verde. Raízes muito pequenas murcham rapidamente, e as muito grossas podem ser fibrosas e apresentar o xilema (coração) muito grande.

Couve-flor – A cabeça deve estar completamente desenvolvida, firme, com os botões florais bem fechados e sem sinais de divisão. Cabeças brancas têm valor comercial maior que as de cor creme. A massa da cabeça depende da cultivar e da época do ano, podendo variar de 1,2 kg a 2,0 kg.

Couve-repolho – As cabeças devem estar bem compactas, ter um peso de 1,5 kg a 2,5 kg e ter os bordos das suas folhas enrolando-se para trás. Dependendo da cultivar, as folhas podem ser de cor verde ou roxa. Cabeças colhidas imaturas murcham e deterioram-se rapidamente, não suportando o transporte e o armazenamento. Colhidas tardiamente, podem rachar e serem muito fibrosas. As couves-repolho devem ser mantidas com as folhas externas, pois estas servem de proteção contra danos mecânicos e a transpiração é reduzida.

pimentao
Diferentes cores de pimentão maduro

Pimentão – O tamanho dos frutos depende da cultivar. Os frutos podem ter formato cónico (12 cm a 14 cm de comprimento), cúbico ou quadrado (11 cm a 14 cm de comprimento), cónico alongado (12 cm a 18 cm de comprimento) ou retangular (12 cm a 16 cm de comprimento). O fruto imaturo é de cor verde, enquanto o fruto maduro em geral é vermelho. Podem ser encontrados pimentões também de cor amarela, roxa, laranja ou creme. Os frutos devem estar firmes e apresentar a casca lisa.

tomate
Tomate com maturação não uniforme

Tomate – A colheita deve ser feita quando aparecerem os primeiros sinais de cor amarelo-tanino ou avermelhados na porção estilar (distal) do fruto. Tal padrão de amadurecimento é mais comumente observado em frutos do tipo longa vida. Existem outras cultivares, que amadurecem de forma não uniforme, ou seja, a coloração desenvolve-se na superfície do fruto de forma errática. Frutos mais amadurecidos podem ser colhidos para mercados mais próximos, enquanto frutos com os primeiros sinais de coloração vermelha ou amarelo-tanino destinam-se a mercados mais distantes. Os frutos colhidos quase totalmente vermelhos são os que apresentam as melhores qualidades sensoriais.

 

(Fotos: Internet)

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar