1 1 1 1 1

Apresentação da reimpressão da 1.ª edição de “Fomento da Fruticultura na Madeira” de Joaquim Vieira Natividade, sexta-feira, 15h00, no Auditório da Secretaria Regional de Agricultura e Pescas

fomento fruticultura apresentacao SRAP cartaz O livro “Fomento da Fruticultura na Madeira”, de Joaquim Vieira Natividade, foi publicado em 1947 e há muito que se encontrava esgotado. Esta notável obra, editada pela então Junta Nacional das Frutas e pelo Grémio dos Exportadores de Frutos e Produtos Hortícolas da Ilha da Madeira, caracteriza pormenorizadamente as áreas da fruticultura de clima temperado, subtropical e tropical da Região, apontando caminhos para a sua dinamização produtiva e comercial. Apesar de ter sido escrita há mais de 70 anos, continua em muitos aspetos surpreendentemente atual.

Sete décadas e um ano depois, foi proposto, a título pessoal pelo Eng.º Joaquim Leça, ao Serviço de Publicações da Direção Regional da Cultura (Secretaria Regional do Turismo e Cultura) que o livro “Fomento da Fruticultura na Madeira” fosse reeditado. A ideia foi acolhida com entusiasmo pelo Coordenador do Serviço de Publicações da Direção Regional da Cultura, Dr. Marcelino de Castro, que convidou aquele Técnico da Direção Regional de Agricultura para escrever o prefácio desta reimpressão da primeira edição.

Depois da primeira apresentação no Auditório da Casa-Museu Frederico de Freitas a 22 de novembro de 2018, esta obra será novamente apresentada na próxima sexta-feira, dia 11 de janeiro, pelas 15h00, no Auditório da Secretaria Regional de Agricultura e Pescas (SRAP), no 5.º andar do Edifício Golden Gate, no Funchal.

Esta publicação apresenta-se com um texto técnico de leitura agradável, profusamente ilustrada com fotografias, figuras e gráficos elucidativos. Alguns dos que irão ver as fotografias da autoria de Joaquim Vieira Natividade sobre várias localidades da Madeira e do Porto Santo recordarão com saudade e outros ficarão admirados pelas diferenças existentes na paisagem agrícola insular de outrora e de agora.

 

vieira natividade blogue Quem foi Joaquim Vieira Natividade?

Para os menos familiarizados com a figura maior de Joaquim Vieira Natividade, cabe aqui referir que, nasceu em Alcobaça a 22 de novembro de 1899, tendo completado o ensino primário na sua terra natal e concluído o curso de liceu em Coimbra. No ano letivo 1916/1917, matricula-se no Instituto Superior de Agronomia (ISA), em Lisboa, concluindo o curso de Engenharia Agronómica em 1922, tendo realizado também naquela Faculdade o curso de Engenheiro Silvicultor, em 1929. Em 1933, tornou-se Professor Catedrático no ISA, aprovado com mérito absoluto, embora não chegue a lecionar, por ter sido escolhido outro candidato para a ocupação de uma vaga de docente.

Depois desse episódio que o deixou desanimado, dedicou-se à investigação científica e técnica nas áreas da fruticultura, subericultura e silvicultura, desenvolvendo a sua atividade em Alcobaça, na Estação de Experimentação Florestal do Sobreiro e no Departamento de Pomologia da Estação Agronómica Nacional, que chefiou entre outubro de 1937 até à data da sua morte, 19 de novembro de 1968.

Dos 320 trabalhos que publicou ao longo da vida, merecem destaque três publicações sobre o Arquipélago da Madeira: “Fomento da Fruticultura na Madeira” de 1947, com reimpressão desta edição no presente ano (2018), “A Técnica ao Serviço do Agricultor”, de 1952, e “Madeira – A Epopeia Rural”, de 1953, o que demonstra o amor e carinho que tinha por esta Região e pelas suas gentes, podendo considerar-se um madeirense, não de origem, mas de coração.

Por isso, se se interessa por Fruticultura, aceite o convite e marque a sua presença na sexta-feira, pelas 15h00, no Auditório da SRAP, Edifício Golden Gate, no Funchal.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar