1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (2 Votos)

Direção Regional de Agricultura forma agricultores na poda da anoneira

poda 3 Na sequência da aprovação do Plano Estratégico da Anona da Madeira, publicado no Jornal Oficial da Região Autónoma da Madeira nº 173, I Série, Resolução nº 968, de 10 de novembro de 2015, o qual passa, fundamentalmente, pela criação de condições que promovam o aumento do volume e da qualidade da produção da Anona da Madeira, a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas através da Direção Regional de Agricultura – Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura, promoveu no passado dia 25 de maio duas sessões de formação práticas de podas de anoneira.

Uma ação decorreu de manhã e outra à tarde, no pomar do Posto Agrário do Bom Sucesso, no Funchal, tendo tido como formadores o Engº Rui Nunes e o Engº Adriano Maia e a participação de 40 produtores.

Atendendo aos hábitos de crescimento da anoneira, ao período da sua máxima atividade vegetativa (Inverno), foram abordados os cuidados a ter com os compassos de plantação e orientação das linhas de plantação, bem como a escolha do sistema de condução (eixo ou vaso). Foram abordados os objetivos principais da poda, os tipos de poda que devem ser efetuados nos primeiros 3 anos de idade das plantas (poda de formação) e após a entrada em frutificação (poda de frutificação). Foi feita demonstração prática da poda de frutificação que consiste essencialmente na: 1) Limpeza de ramos secos; 2) Retirada de ramos que produziram, ramos que se cruzam, que se orientam para o interior, despontando todos os ramos a 1/3 do seu comprimento, sendo estipuladas regras de intervenção na árvore (sempre do topo para a base e nos ramos, de dentro para fora).

 

poda 4 Foi também referida a poda em verde e a monda dos frutos. Os agricultores tiveram oportunidade de podarem e colocarem diversas questões relacionadas com esta prática cultural muito importante para a obtenção de produções regulares com fruta de melhores calibres e de qualidade superior.

É de salientar que os participantes mostraram-se muito interessados por esta temática e por outras, nomeadamente relacionadas com o controlo de pragas e doenças que afetam não só a anoneira como outras frutícolas, onde os formadores prontamente responderam às suas questões. Ficou o compromisso de, em setembro, a DRA dar continuidade a estas ações práticas, nessa altura sobre a poda em verde, que será cada vez mais a poda principal a adotar pelos produtores no futuro próximo pois, além da promoção do arejamento das árvores e da entrada de luz, permite em simultâneo fazer a monda da fruta e escolher os frutos bem formados (mais uniformes), regularizando a produção ao longo dos anos.

 

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar