1 1 1 1 1

As plantas carnívoras (insetívoras)

plantas carnivoras1 plantas carnivoras2

As plantas carnívoras (insetívoras) são plantas que possuem a capacidade de atrair, capturar e digerir pequenos animais como insetos, aracnídeos, anfíbios, répteis e aves, para além de fazerem a fotossíntese como qualquer outra planta.

plantas carnivoras4
plantas carnivoras 6

Estas plantas vivem em solos pobres, encharcados e ácidos, onde há pouca disponibilidade de nitratos, essenciais para a síntese de clorofila, precisando por isso do azoto existente nas proteínas dos animais.

As presas são atraídas pelas cores brilhantes e néctar odorífero. Algumas espécies refletem luz ultravioleta e luz polarizada que só os insetos conseguem ver.

A sua captura é feita através de armadilhas compostas por folhas modificadas, que podem ser ativas - a planta realiza algum movimento para capturar a presa, ou passivas – sem qualquer movimento para capturar a presa.

Existem plantas, como a Nepenthes mirabilis, a Darlingtonia californica e as Sarracenia com armadilhas em forma de trombeta ou jarro (ascídias), parcialmente cheias de água, que atraem o inseto, e do qual o mesmo não consegue sair, acabando por cair no líquido e ser decomposto ou digerido.

 
plantas carnivoras3 plantas carnivoras 5

A Dionaea muscipula usa costelos, ou seja, uma armadilha tipo jaula; quando um inseto toca nos pêlos que estão no interior da superfície dos dois limbos da folha, provoca o seu fecho rápido, ficando o inseto preso no seu interior. Outras, como as plantas dos géneros Pinguicula, Drosera, e Drosophyllum têm armadilhas adesivas, ficando as presas coladas a gotas pegajosas, podendo até as margens das folhas se enrolarem lentamente para as envolver e digerir.

A digestão das presas é feita por enzimas proteolíticas, que as decompõem em substâncias absorvíveis pela folha. Moscas e outros pequeninos insetos levam cerca de 5 dias para serem digeridos; já os roedores podem levar semanas a finalizar o processo de digestão.

As plantas carnívoras existem há pelo menos 60 milhões de anos e ocorrem predominantemente na faixa tropical do planeta, ocorrendo grande biodiversidade no Sudeste Asiático, Américas e Austrália.

Atualmente, conhecem-se mais de 600 espécies de plantas carnívoras, distribuídas por 15 géneros. As quatro principais famílias de plantas carnívoras são: Droseraceae, Nepenthaceae, Sarraceniaceae e Lentibulariaceae. Os géneros mais conhecidos são: Dionaea, Sarracenia, Drosera, Nepenthes, Utricularia e Pinguicula.

 

Maria João Dragovic
Direção Regional de Agricultura
(fotos gentilmente cedidas por Nélio Freitas Caldeira)

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar