1 1 1 1 1 Pontuação 3.00 (1 Votos)

gerberasemflorestufaA gerbera é uma planta que gosta de luz e, quanto mais luz receber, melhor será o seu crescimento e produção de flores.

No entanto, se a intensidade luminosa for muito intensa, pode causar queimadura nas flores e folhas.

A temperatura é também um fator bastante importante no cultivo das gerberas, intervindo a nível da produção e qualidade das flores.

A temperatura do solo deve rondar os 20ºC para que haja um bom estabelecimento da cultura.

Em termos de temperaturas ambientais, os valores ótimos dependem da luz: em condições de baixa intensidade luminosa, as temperaturas noturnas devem oscilar entre os 12º e os 15ºC e as diurnas entre os 14º e os 18ºC, enquanto que sob condições de alta intensidade luminosa, as temperaturas noturnas deverão ser na ordem dos 15º a 18ºC e durante o dia de 22º a 25ºC.

gerberalaranjaAs temperaturas baixas abrandam o crescimento e podem provocar deformações e abortos florais. De facto, as temperaturas inferiores a 12ºC travam o crescimento da planta, que entra num estado de dormência, i.é., toda a parte aérea acaba por secar e só permanece o rizoma no solo.

Por outro lado, as altas temperaturas afetam a produção em termos da qualidade da flor, sendo por vezes necessário reduzir a insolação, utilizando redes de sombreamento ou caiando a estufa.

A humidade relativa do ar intervém no desenvolvimento vegetativo e na qualidade das flores, dado que influencia a rigidez do pedúnculo e também o seu comprimento. Em tempo quente e seco, deve aumentar-se a humidade do ar (com rega por aspersão ou mangueira, por exemplo) para que as flores não fiquem com pedúnculos muito curtos.

A humidade relativa ótima situa-se entre os 60 e os 70%, mas o seu valor depende da temperatura, sendo que temperaturas superiores a 25ºC exigem uma humidade superior a 70%, para evitar que os pedúnculos das flores dobrem.

Maria João Dragovic

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar