1 1 1 1 1

DRA e OMV dão início a Ciclo de Ações de Sensibilização

animais estimacao cartaz

Nos últimos anos têm sido dados passos muito importantes na defesa dos animais de companhia, através da criminalização dos maus-tratos sobre os mesmos e do seu abandono e com a publicação de vários diplomas legislativos que regulamentam a atividade de posse e detenção destes animais.

Através do Decreto Legislativo Regional n.º 13/2016/M, de 10 de março, que estabelece a proibição do abate de animais de companhia e errantes e um programa de esterilização na Região Autónoma da Madeira, a nossa Região colocou-se na vanguarda nacional da defesa e bem-estar dos animais de companhia e errantes, no essencial, visando proibir o abate destes animais e adotar a esterilização como medida de controlo das populações dos que são errantes.

 

Sabe-se que os animais de companhia podem exercer sobre as crianças e os adolescentes a diferentes níveis: comportamental (relacionamento com as outras pessoas, desenvolvendo a sensibilidade, a observação, a compreensão e os sentimentos de solidariedade, generosidade, zelo, afeto, carinho e respeito), do desenvolvimento físico (através de brincadeiras e exercícios); e da saúde (além do afeto, as terapias assistidas por animais são capazes de promover melhoras físicas, sociais, emocionais e cognitivas humanas).

Mas, na verdade, conviver com um animal de companhia requer muitos e variados cuidados, entre outros aspetos, como a sua higiene, alimentação, e saúde, pelo que é também de grande importância partilhar com as crianças e jovens que com eles privam ou venham a privar, os ensinamentos adequados e as experiências de sucesso comprovado.

Assim sendo, a Secretaria Regional da Agricultura e Pescas (SRAP) celebrou um protocolo de cooperação com o Conselho Regional da Madeira da Ordem dos Médicos Veterinários, tendo por principal objetivo "(...) levar a cabo ações de sensibilização junto da comunidade escolar e educativa, nomeadamente a nível do bem-estar animal e cuidados a ter com os mesmos, representando a transmissão de conhecimentos que potenciam uma melhor vida aos animais de companhia e que, inclusivamente, podem contribuir para a diminuição de transmissão de doenças infetocontagiosas e de zoonoses."

No mesmo protocolo, consta que compete à SRAP "estabelecer os contactos necessários com os órgãos próprios do Governo Regional, para que as referidas ações de sensibilização sejam levadas a cabo junto da comunidade escolar."

Assim sendo, a Direção Regional de Agricultura, em colaboração com o Conselho Regional da Madeira da Ordem dos Médicos Veterinários, deu início hoje, dia 8 de novembro, a um ciclo de ações de sensibilização nas escolas com pré-escolar, 1.º e 2.º ciclos, com o tema “O que preciso de saber sobre o meu animal de companhia (AC)?”, com o objetivo geral de sensibilizar os alunos para as responsabilidades e implicações de ter um animal de estimação, mais exatamente o significado de uma detenção responsável e quais as implicações legais da detenção de um AC, as necessidades de um AC quanto a bem-estar animal e as exigências de disponibilidade emocional, de tempo e espaço e ainda financeira.

Para mais informações, pode contactar a Direção de Serviços de Alimentação e Veterinária, através do telefone 291 201 790 ou dos endereços de correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

 

Direção de Serviços de Alimentação e Veterinária
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar