1 1 1 1 1 Pontuação 3.00 (1 Votos)

Padre Manuel de Nóbrega – pelo céu estrelado

padre manuel nobregaNum momento de sentida consternação, por o Padre Manuel de Nóbrega (*), inusitadamente, ter partido para o recôndito celeste e nos deixado sem a sua iridescente presença feita, entre vários outros matizes, de inteligência ágil, um saber curioso e um humor subtil, restar-nos-á, e o que é uma fortuna imensurável, além de uma prazerosa memória, o seu riquíssimo e diverso legado.

Dentro dos muitos tesouros das muitas coisas que o apaixonaram e que, laboriosa e pacientemente, foi forjando ao longo da sua vida prodigiosa, a par de matérias exclusivas do espírito, também cultivou algumas mais mundanas. Embora esta dicotomia seja imperfeita, porque nas mãos do Padre Manuel de Nóbrega domínios fundíveis, nas tais “cousas” que se poderão classificar como “mais terrenas”, inclui-se a arte licoreira, ou não fosse o que confere o génio singular a um dado licor as certas plantas que o urdem, indesmentível resultado da sua imensa adoração pela botânica.

De facto, o Padre Manuel de Nóbrega, ao longo de grande parte da sua (a)ventura pela ilha que tanto amou, foi desenvolvendo o “seu” próprio licor. Ainda em vida, alcançada o que considerou a perfeição, confiou a receita daquela bebida secreta à Quinta Pedagógica dos Prazeres para produção comercial, e, claro, conferindo-lhe esta o nome do seu ilustre criador - “Licor Padre Manuel de Nóbrega”.

E a todos os títulos, garantida e reconhecidamente um licor de excelência. A comprová-lo, entre outros prémios entretanto obtidos, resultado conhecido em setembro passado, o galardão máximo do “Great Taste”, ou seja, 3 estrelas.

 

O concurso “Great Taste” (O Melhor Sabor) foi criado no Reino Unido em 1994, consistindo na maior prova cega de degustação a nível mundial. O “Great Taste” tem como objetivos proporcionar a descoberta de produtos alimentares de qualidade excecional e facilitar a sua promoção pelos profissionais e consumidores, contribuindo para uma escolha com garantia de qualidade superior e para o sucesso dos produtores que vêm o seu talento reconhecido no mercado.

Em Portugal, esta foi a segunda edição do evento, dando oportunidade aos pequenos e médios produtores portugueses de mostrarem a valor do património gastronómico nacional.

A avaliação dos produtos foi feita em cinco sessões de provas cegas, que decorreram entre maio e setembro, por um júri constituído por dezenas de especialistas em diversas áreas, desde cozinheiros, técnicos, investigadores, compradores, retalhistas, profissionais da restauração, críticos e jornalistas, que discutiram as qualidades e méritos de cada produto, na missão de encontrar aqueles cuja qualidade gustativa merece ser premiada como “Great Taste”.

Ainda a propósito do “Great Taste” deste ano, mais é de constatar que a Quinta Pedagógica dos Prazeres obteve mais dois prémios, designadamente com a “Sidra” (2 estrelas) e o “Vinagre de Sidra com ervas aromáticas infusão 7 anos” (2 estrelas).

Agora pelo caminho das verdadeiras, o Padre Manuel de Nóbrega, com a sua sagaz ironia, envia-nos o símbolo de 3 estrelas, a constelação que iluminará a bebida sublime que nos permitiu herdar.

 

Paulo Santos
Diretor Regional de Agricultura

 

(*) conheça melhor o Padre Manuel de Nóbrega: BIOGRAFIA

 

 

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar