1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

A propósito do Dia Mundial da Água

No passado dia 22 de Março, a Direcção Regional do Ordenamento do Território assinalou o Dia Mundial da Água com a realização de um workshop sobre “O Desperdício de Água”.

A DRA participou no evento, tendo apresentado o tema  Agricultura moderna - um aproveitamento mais eficaz da água.

rega aspersao Depois de enquadrada a problemática do desperdício de água, comparando o que acontecia no passado e o que acontece no presente, em relação à água destinada ao regadio, foram apresentadas sugestões, de forma a otimizar o seu aproveitamento a montante da exploração agrícola e a eficiência na rega das culturas.

Nas explorações agrícolas podem ser evitadas grande parte das perdas se forem instalados sistemas de rega sob pressão, em que a eficiência de rega é de 80% a 90%,enquanto que na rega por alagamento é de aproximadamente 50%.

A cobertura do solo (mulching) é, por sua vez, muito importante na redução das perdas por evaporação da água que se encontra no solo, assim como a monda das infestantes, evitando-se assim as perdas que ocorrem pela transpiração dessas plantas que competem com a planta cultivada.

Desta forma, o solo mantem-se húmido durante mais tempo, permitindo assim prolongar o intervalo entre regas.

Referiu-se que, uma vez que a quantidade de água a aplicar em cada rega varia com o tipo de solo e profundidade e do sistema radicular da planta cultivada, é importante calcular-se a dotação real a aplicar em cada rega, tendo em conta a cultura, o tipo de solo e a eficiência de rega do sistema de rega utilizado.

Na rega por alagamento, como a eficiência é muito baixa, a dotação de água quase que duplica quando comparada com a rega localizada.

Nas zonas onde há menor disponibilidade hídrica, o agricultor poderá optar por uma cultura menos exigente em água, referindo-se como exemplo a cultura do tabaibo.

rega micro aspersao As perdas nas redes de rega a céu aberto bem como as associadas aos horários de rega podem ser substancialmente reduzidas com a instalação de uma rede coletiva de distribuição sob pressão, referindo-se que, numa primeira fase, poderá ser instalada na proximidade dos muitos reservatórios construídos com o objetivo de armazenamento dos caudais durante a noite, otimizando-se a relação custo/benefício, na medida em que os tanques necessários para o efeito já estão construídos.

 

rega gota a gota

Referiu-se ainda que é importante nos meses de Verão a elevação de águas que correm em direção ao mar, especialmente nas situações em aquelas correm a poucos metros de levadas situadas a montante das explorações agrícolas. Para o efeito, pode ser utilizada a energia solar.

É igualmente importante a construção de reservatórios para a recolha das águas que se perdem devido ao mau estado de conservação de algumas levadas adutoras, das redes de rega a céu aberto e aos horários de rega.

Essas águas seriam recolhidas e redistribuídas aos agricultores com terrenos a cotas mais baixas.

Durante o período em que não é necessário proceder à distribuição dos caudais para rega, as nascentes de água destinada ao regadio mantêm-se abertas, perdendo-se essa água no mar, pelo que seria interessante fechá-las durante esse período, voltando a abri-las na época de rega. De início, escolher-se-iam apenas algumas nascentes, de modo a acompanhar as variações de caudal antes e depois do seu fecho e, em função dos resultados obtidos, generalizar então a prática.

Foi mencionada a importância da cobertura do solo (estrato herbáceo, arbustivo e arbóreo) e a introdução do conceito Keyline nas encostas florestais, de forma a contrariar o escorrimento as águas pluviais e favorecer a sua infiltração.

Por último, foram referidos os apoios comunitários disponíveis para os investimentos nos sistemas de distribuição (levadas adutoras e redes de rega) e para a modernização dos sistemas de rega na exploração agrícola, com o objetivo de reduzir as perdas de água.

De referir que nas explorações agrícolas, o apoio poderá atingir o montante de 75% e que nos sistemas de captação e de distribuição dos caudais destinados ao regadio, esse apoio poderá atingir o valor de 100%.

 

Francisco Faria
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar