1 1 1 1 1 Pontuação 1.00 (1 Votos)

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

Esta foi uma semana com ótimas condições do estado do tempo, o que permitiu aos agricultores executar todas as intervenções necessárias e imprescindíveis a uma boa prática agrícola. Prevê-se a continuação das boas condições do estado do tempo, o que permite programar atempadamente qualquer tipo de intervenção agrícola, havendo no entanto previsão de precipitação.

Nunca é de mais relembrar que devem ser evitadas as temperaturas mais altas do dia para a realização de tratamentos fitofarmacêuticos.

É oportuno voltar às regas regulares nos solos cultivados, uma vez que os níveis de precipitação ir-se-ão manter abaixo do normal para esta altura do ano.

TRATAMENTOS FITOSSANITÁRIOS

- Hortícolas:

Nesta altura do ano dá-se prioridade, como já referido na semana passada, aos tratamentos fitossanitários que combatem os fungos. Apesar das temperaturas diurnas continuarem agradáveis, as noturnas, principalmente a norte da região, baixam consideravelmente. Deverá ser dada especial atenção à cultura da batateira, nomeadamente no combate ao míldio, até porque há previsão de chuva para os próximos dias.

Relativamente às couves, e principalmente no sul da ilha, deve dar-se especial atenção à mosca da couve (Delia radicum) no primeiro mês de transplante, recorrendo-se aos produtos homologados para tal (www.dgv.min-agricultura.pt - Produtos Fitofarmacêuticos- Extensão de autorização de produtos fitofarmacêuticos para utilizações menores).

- Frutícolas:

Nos citrinos, e sobretudo nas zonas baixas, deve-se continuar com os tratamentos contra a mosca da fruta, tendo em atenção o intervalo de segurança dos produtos, uma vez que se aproxima a época de colheita.

Para a cultura da anoneira foi recentemente homologado um produto fitofarmacêutico, o Imidan 50 WP (artigo publicado na edição anterior), que combate a cochonilha algodão (e outras lapas) e a mosca da fruta. Sendo assim, caso verifique infestação da cochonilha e anonas picadas, deverá fazer pelo menos uma aplicação contra estes insetos, dadas as condições de temperatura lhes serem favoráveis.

Tenha sempre em atenção o intervalo de segurança dos produtos (período que decorre entre a aplicação do produto e a colheita), principalmente nas zonas baixas, onde a produção de anona vem mais cedo. No caso do Imidan 50WP, o intervalo de segurança é de 28 dias.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

Nas prunóideas (nomeadamente nas cerejeiras e pessegueiros), e com a queda das folhas (que originam feridas peciolares), as árvores ficam suscetíveis à contaminação, quer de fungos quer de bactérias, pelo que deverá realizar pelo menos 2 tratamentos fitossanitários com produtos à base de cobre e óleo de verão: uma aplicação à queda da folha (50% das folhas caídas) e outra logo a seguir à poda de inverno. Previne-se assim em simultâneo o aparecimento de cancros e a eclosão de ovos na primavera de ácaros e afídios, entre outras formas hibernantes.

OPERAÇÕES CULTURAIS

- Mobilização do solo:

Dever-se-á continuar a aproveitar estes dias em que o solo está menos húmido para proceder-se à mobilização dos terrenos onde se irão fazer novas plantações de fruteiras e vinhas em janeiro/fevereiro. Relembra-se também que deverá aproveitar esta altura do ano para proceder à calagem dos solos, mediante os resultados de análise laboratorial às amostras previamente colhidas.

- Sementeira

É a época própria para proceder à sementeira dos cereais de pragana (cereais de outono/inverno), a exemplo da aveia, centeio, cevada e trigo e ainda de algumas hortícolas como, por exemplo, a alface, a cebola, o nabo, as ervilhas e as favas

- Plantação

Não havendo escassez de água, e até porque já há previsão de precipitação nos próximos dias, esta época é indicada para plantar couves, alfaces, morangueiro, alho, favas e cebola, assim como algumas fruteiras, seja a cerejeira, o pessegueiro, a ameixeira, a macieira ou a pereira, entre outros.

- Jardim

As condições do estado do tempo são ótimas para podar as roseiras e outros arbustos de jardim e pulverizá-los posteriormente com um fungicida à base de cobre (produtos fitofarmacêuticos cúpricos), a exemplo da calda bordalesa.

- Adega

De igual modo, as temperaturas estão ótimas para se proceder ao arejamento das adegas, de forma a impedir eventuais bolores ou maus cheiros, que podem tornar os vinhos defeituosos.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar os seguintes serviços da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural:

- No âmbito da produção convencional (proteção integrada):

Direção de Serviços de Desenvolvimento Rural
Divisão de Apoio ao Agricultor
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 214 310

Direção de Serviços de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Divisão de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

- No âmbito da produção biológica:

Direção de Serviços de Desenvolvimento de Agricultura e Pecuária Biológica
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 744 190

Comentar

Código de segurança
Atualizar