1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos (LEGENDA)

CLIMATOLOGIA

As previsões do estado do tempo anteriores revelaram-se as corretas, alargando assim a margem de confiança nos dados meteorológicos divulgados, o que permite aos agricultores programarem todas as intervenções agrícolas necessárias e imprescindíveis.

Nunca é de mais relembrar que devem ser evitadas as temperaturas mais altas do dia para a realização de tratamentos fitofarmacêuticos.

TRATAMENTOS FITOSSANITÁRIOS

- Hortícolas:

Nesta altura do ano dá-se prioridade aos tratamentos fitossanitários que combatam os fungos, nomeadamente o míldio. Deverá ser dada especial atenção à cultura da batateira.

- Frutícolas:

Especial atenção para as culturas da anoneira, papaieira e do mangueiro que, devido às condições do estado do tempo (calor diurno, condições de condensação - sereno - e temperaturas mais baixas no período noturno), ficam vulneráveis ao aparecimento de antracnose (anoneira) e oídio (papaieira e mangueiro), pelo que é necessário manter os tratamentos preventivos contra essas doenças.

Nos citrinos, e principalmente nas zonas baixas, deve fazer-se pelo menos um tratamento contra a mosca da fruta, tendo em atenção ao intervalo de segurança dos produtos, uma vez que se aproxima a época de colheita.

Para saber quais os produtos, deverá consultar os serviços da Direção Regional de Agricultura ou o portal da DGV - produtos fitofarmacêuticos - extensão de autorização de produtos fitofarmacêuticos para utilizações menores (para as culturas da anoneira, papaieira e mangueiro) e as condições de utilização autorizadas para os citrinos.

 

previsoes meteorologicas (NOTA)

De salientar que foi recentemente homologado um produto para a cultura da anoneira contra a cochonilha do algodão e a mosca da fruta, do qual se dá conhecimento nesta edição do DICA.

OPERAÇÕES CULTURAIS

- Mobilização do solo:

Deverá continuar-se a aproveitar estes dias em que o solo está menos húmido para proceder-se à mobilização dos terrenos onde se irão fazer novas plantações de fruteiras e vinhas em janeiro/fevereiro. É importante não esquecer que é necessário, desde já, efetuar as encomendas das fruteiras e dos bacelos.

Dever-se-á ainda aproveitar esta altura do ano para proceder-se à calagem dos solos, mediante os resultados de análise laboratorial.

- Controlo de infestantes:

A presença de ervas nos pomares e na vinha não as prejudica, particularmente quando estas se encontram em repouso vegetativo. Esta vegetação é importante para fixação do solo, evitando a erosão, e, por outro lado, serve de abrigo e alimento a inúmeros insetos auxiliares. Assim, recomenda-se manter a vegetação espontânea de taludes e bermas de áreas cultivadas.

- Necessidades hídricas:

De acordo com o quadro de apuramentos meteorológicos de 3 a 9 de novembro, verifica-se facilmente haver a necessidade de regar os solos cultivados, uma vez que a evapotranspiração apresenta valores bem acima da precipitação.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento deverá contactar os seguintes serviços da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural:

- No âmbito da produção convencional (proteção integrada):

Direção de Serviços de Desenvolvimento Rural
Divisão de Apoio ao Agricultor
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 214 310

Direção de Serviços de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Divisão de Assistência Técnica e Mecanização Agrícola
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

- No âmbito da produção biológica:

Direção de Serviços de Desenvolvimento de Agricultura e Pecuária Biológica
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 744 190

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar