1 1 1 1 1 Pontuação 3.67 (3 Votos)

Vinagre de sidra e maracujá da Quinta Pedagógica dos Prazeres – o Melhor dos Melhores de Portugal

quinta pedagA Quinta Pedagógica dos Prazeres vem desenvolvendo paulatinamente desde 2000, o ano da sua instituição, um inestimável trabalho de valorização das produções agrícolas e agroalimentares do Concelho da Calheta, como também de dinamização cultural da Freguesia dos Prazeres, aspeto este de que se destacam além do seu miniparque zoológico, a Casa da Sidra, a Galeria de Exposições e, mais recentemente, em 2013, o Herbário do Padre Nóbrega.

No que respeita à estratégia seguida para os produtos agroalimentares, a Quinta Pedagógica dos Prazeres tem privilegiado ações que promovam uma maior sustentabilidade da agricultura local, dominantemente de cariz familiar, e assente numa população idosa e com rendimentos limitados.

Através das iniciativas lançadas, tem sido possível acrescentar valor às produções da sua área de intervenção bem como, pelo retorno financeiro conseguido, proporcionar um maior bem-estar à população apoiada.

Destas produções, por virem adquirindo uma grande recetividade, quer dos consumidores, quer dos mercados, ressalvam-se os chás, as ervas condimentares e aromáticas, os doces de um amplo sortido de frutos e de outros produtos vegetais, como também a sidra.

A Quinta Pedagógica dos Prazeres também não tem deixado de desenvolver projetos de menor visibilidade, porque processos mais demorados, como é o caso da criação de produtos inovadores, ainda que assentes na base agrícola mais genuína.

E é um resultado desse trabalho de bastidores que acaba agora de ser reconhecido e premiado. De facto, no passado dia 9 de abril, o seu "Vinagre de Sidra e Maracujá", conquistou o mais alto galardão, ou seja, o reconhecimento como "O Melhor dos Melhores" do "1º Concurso Nacional de Vinagres de Vinho e outros", realizado em Santarém, numa organização do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA) e da QUALIFICA, a Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses.

Este vinagre foi obtido da acetificação, com a ajuda da "mãe do vinagre", de sidra de maçãs da variedade Ponta do Pargo adicionada de maracujás da zona da Calheta.

 

vinagre de sidra1

O produto foi mantido em barricas de carvalho americano durante 7 anos e só engarrafado em março passado.

Por não ter sido sujeito a qualquer filtração, apresenta alguma turvação, existindo apenas o efeito da decantação pelo método natural.

Tem a cor palha aberto com aroma e sabor marcado pelo maracujá. Não deverá ser exposto a fontes de calor nem à exposição solar.

É um excelente condimento para a culinária, quer seja em saladas ou na confeção de molhos, nomeadamente do filete de espada-preto.

Para a produção deste "Vinagre de Sidra e Maracujá", que só vai ser lançado no mercado regional durante a próxima semana, a Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais, através da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, disponibilizou à Quinta Pedagógica dos Prazeres, aliás em extensão a outros fabricos, todo o apoio técnico da sua enóloga Eng.ª Regina Pereira.

Assim, a Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, aproveita este ensejo para manifestar a sua congratulação e orgulho pelo prémio agora obtido pela Quinta Pedagógica dos Prazeres.

Este galardão prestigiante para a Região Autónoma da Madeira é obra dos agricultores que obtiveram as matérias-primas de excelente qualidade que deram origem a este condimento, mas também de todos os que trabalham e colaboram com esta Instituição Pública de Solidariedade Social e, em especial, do Sr. Padre Rui Sousa, o seu responsável e coordenador direto.

Bernardo Melvill de Araújo
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar