1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

A melhoria da fertilidade do solo na agricultura em Modo de Produção Biológico

empalhamento do solo1 Na agricultura em Modo de Produção Biológico são várias as técnicas agrícolas para a melhoria da fertilidade do solo, a saber:

A rotação de culturas, que consiste na alternância de culturas agrícolas, ao longo do tempo, na mesma parcela. Esta técnica, além de proporcionar produção diversificada de alimentos, melhora as características e evita o esgotamento do solo e auxilia na gestão das ervas infestantes.

Tem, como principais vantagens, o aumento da fertilidade do solo, a melhoria da fertilização das culturas, a eliminação e/ou diminuição do risco de pragas, doenças e ervas infestantes e o aumento da biodiversidade na exploração.

A consociação de culturas, com duas ou mais espécies de plantas, que permite uma maior diversidade e assegura a competição ou complementação entre elas. São exemplos de consociações o milho, feijão e abóbora; a alface e couve; e a cenoura e rabanete.
A consociação permite um melhor combate às pragas, menos ervas infestantes, devido ao sombreamento e/ou antagonismo e ainda a melhor utilização dos nutrientes do solo.

 

A adubação verde ou sideração, através da integração de leguminosas, espécies melhoradoras da fertilidade do solo, no plano de rotação de culturas e que permite a fixação e transferência do azoto do ar para o solo. As leguminosas são representadas pelas espécies que produzem vagem, como o feijão, a fava, o tremoço, a ervilha, a ervilhaca e a tremocilha, entre outras, todas elas frequentemente utilizadas na agricultura madeirense.

Dada a incorporação do azoto, elemento essencial para o desenvolvimento das plantas, ser realizada através das bactérias associadas às raízes das leguminosas, consegue-se assim aumentar a fertilidade do solo de uma forma económica e ambientalmente eficiente.

O empalhamento do solo consiste na cobertura do solo com materiais orgânicos, nomeadamente palha de cereais ou ervas espontâneas, resíduos das culturas, folhas de árvores, cascas de árvores, aparas de madeira não tratada, relva cortada, composto, bagaço de cana-de-açúcar e de uva e ainda estilha.

O empalhamento permite reduzir significativamente o crescimento das ervas infestantes, reduzir a evaporação de água, melhorando a eficiência da utilização dos recursos hídricos, fornecer e melhorar a absorção de nutrientes e contribuir para a conservação e melhoria a estrutura e biodiversidade do solo.

A fertilização com corretivos orgânicos, sendo o composto o produto final do processo de transformação da matéria orgânica de origem agrícola, agroindustrial e florestal, realizado por microrganismos que permitem a reciclagem e valorização desses resíduos, estimula o desenvolvimento da fauna benéfica do solo, incorpora matéria orgânica, aumenta o arejamento e a permeabilidade do solo e melhora capacidade de absorção de nutrientes.


Divisão de Agricultura Especializada
Direção Regional da Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar