1 1 1 1 1

Programa de Desenvolvimento Rural aprovado em Bruxelas pela Comissão Europeia

paisagem8 regaA Região Autónoma da Madeira vai aplicar 207 milhões de euros até 2020 através de um Programa de Desenvolvimento Rural aprovado hoje em Bruxelas pela Comissão Europeia e que tem como "principal prioridade" a recuperação e preservação de ecossistemas.

O Programa de Desenvolvimento Rural da Madeira (PRODERAM) para o período de programação orçamental europeu 2014-2020 conta com 179 milhões de euros do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER) e mais 25 milhões de verbas regionais.

 

O novo programa, mais ajustado às especificidades da Região Autónoma da Madeira, pretende criar as condições para a continuação do crescimento sustentado da agricultura e do rendimento dos agricultores, estabelecendo, entre outras medidas, uma taxa máxima para o financiamento nos investimentos a fundo perdido de 75%, quando antes era de 65%. Também em matéria de indemnizações compensatórias que são dadas aos agricultores pelo exercício de atividade em zona de montanha e de extrema dificuldade, que presentemente abrangem cerca de 7.000 produtores na região, passa de 440 euros para 900 a verba média por cada um.

No caso de agricultura em modo de produção biológica as ajudas são majoradas, de 900 euros por hectare para 1.200. De igual modo, os chamados pequenos projectos têm majoração nas ajudas a fundo perdido e se antes podia atingir os 5.000 euros, passa agora para 10.000 euros".

Por sua vez, os projetos do mundo rural destinados à agroindústria podem ter uma taxa de comparticipação a fundo perdido até 75%.

Para mais informações, poderá contactar o PRODERAM, através do telefone 291 209 690 ou do correio electrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar