1 1 1 1 1 Pontuação 3.50 (4 Votos)

Os sistemas de rega na atividade agrícola

mostra JC1A agricultura é o conjunto de técnicas utilizadas para cultivar plantas com o objetivo de obter alimento, fibras, energia ou matéria-prima para diversos fins.

Para potenciar a atividade agrícola, nas condições climáticas da Madeira, é necessário aplicar água às culturas, às plantas.

Chama-se sistema de rega à forma pela qual a água é aplicada às culturas.

A opção por um determinado sistema de rega depende de diversos fatores, a exemplo do declive do terreno, o tipo de solo e a cultura.

A eficiência de um sistema de rega é um parâmetro muito importante que nos dá a percentagem de água que é absorvida de facto pela planta. Por este parâmetro, é fácil deduzir que o sistema de rega mais utilizado na Madeira, o sistema de rega por alagamento, é um sistema muito pouco eficiente, pois apenas uma ínfima percentagem da água aplicada é utilizada pela planta.

Pelo atrás exposto, urge optar pela instalação de sistemas de rega mais eficientes, de acordo com as diversas culturas praticadas na Ilha da Madeira.

Os sistemas mais utilizados, além do já referido sistema tradicional por alagamento, são o sistema de rega gota-a-gota e o sistema de rega por aspersão.

No sistema de rega gota-a-gota, a água é transportada sob pressão em tubos e sai por pequenos orifícios, os gotejadores, próximo das raízes das plantas em alta frequência e baixa intensidade.

É o sistema que possui mais elevada eficiência, cerca de 90%. Tem a desvantagem do elevado custo de instalação. É um sistema utilizado na Ilha da Madeira sobretudo em culturas hortícolas ao ar livre e em estufa (tomate, feijão verde, morango, feijão verde, entre outras) e em flores.

 

mostra JC2Geralmente, está instalado à superfície, mas pode ser enterrado. A grande vantagem deste sistema é o menor gasto em água.

Outra mais-valia deste sistema é a menor intensidade de ataque de ervas infestantes das culturas pelo facto de nem todo o terreno ser irrigado.

No sistema de rega por aspersão, a água cai no terreno de forma semelhante à chuva, sendo distribuída de modo mais uniforme sobre o terreno e sobre as culturas.

Dentro deste sistema, existe ainda a microaspersão, também considerado rega localizada mas com caudal maior do que o sistema de rega gota-a-gota. Na Ilha da Madeira, este é o sistema mais utilizado na cultura da bananeira e em culturas hortícolas como as couves e as alfaces, por exemplo.

Outra grande vantagem da introdução de sistemas de rega modernos na agricultura, além da poupança de a´gua e de mão-de-obra, é a possibilidade de a adubação poder ser feita através da água, ou seja, a fertirrigação.

Esta técnica permite também reduzir a mão-de-obra na tarefa de adubação dos terrenos, com vantagens adicionais para o ambiente pela menor quantidade de adubos químicos aplicados, além, claro, das vantagens económicas para o agricultor.

Este assunto, dos sistemas de rega e da fertirrigação, será abordado em futuras edições do boletim DICA.

 

Jorge Caldeira
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar