1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Secretaria Regional de Agricultura e Pescas retomou apoio técnico à agricultura da ilha do Porto Santo

porto santo.1 A Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, através da Direção Regional de Agricultura (DRA), dando seguimento ao plano de trabalho preconizado para a Ilha do Porto Santo, retomou a assistência técnica agronómica aos produtores daquela Ilha.

Assim, nos passados dias 15 e 16 de setembro, os chefes da Divisão de Assistência Técnica à Agricultura e de Divisão de Agricultura Especializada, Eng.º Miguel Rodrigues e Eng.º Ramiro Pereira, deslocaram-se à Ilha Dourada, para um contacto prévio com os produtores locais.

A jornada iniciou-se com a apresentação ao Diretor Regional da Administração Pública do Porto Santo dos propósitos da ação: reativar a assistência técnica aos agricultores do Porto Santo; divulgar os apoios financeiros a que os agricultores podem recorrer; dar a conhecer a estratégia para a agricultura biológica, e as potencialidades da ilha neste modo de produção e os apoios disponíveis. Este responsável manifestou uma grande recetividade à iniciativa e o desejo de um apoio continuado no tempo.

O programa continuou com visitas de assistência técnica previamente agendadas pela Dr.ª Sara Silva, Chefe de Divisão de Gestão de Recursos Naturais da DRAPPS a qual, juntamente com o técnico Carlos Mendonça, acompanhou a equipa da DRA, permitindo um melhor aproveitamento do tempo disponível. Foram realizadas 7 visitas de assistência técnica a explorações convencionais (3 com possibilidade de enveredar pelo modo de produção biológico - MPB) e uma visita à única exploração MPB da ilha. Das 7 explorações visitadas 5 demonstraram interesse em realizar projeto de investimento pelo que passarão a ser acompanhadas nos respetivos processos.

 

porto santo2 No último dia da visita, pelas 18 horas, no Campo Experimental do Farrobo e perante uma plateia de cerca de 30 agricultores, decorreu uma sessão em sala, na qual, além da abordagem a aspetos gerais da produção agrícola local, procedeu-se à divulgação dos apoios a investimentos nas explorações agrícolas e à agricultura em Modo de Produção Biológico, bem como à apresentação do Plano Estratégico para a Agricultura Biológica na Região Autónoma da Madeira, no enfoque particular a esta ilha.

Desta jornada, retiraram-se várias indicações, nomeadamente quanto às seguintes problemáticas: a escassez de água; os constrangimentos à criação de gado em pastoreio; os prejuízos nas culturas agrícolas (e mesmo ornamentais) provocados por uma praga crescente de coelhos; a acessibilidade a transporte competitivo para a ilha da Madeira, e as limitações quanto à disponibilidade de fatores de produção, designadamente ao nível da oferta de produtos fitofarmacêuticos.

O abastecimento de água às explorações agrícolas (em quantidade e qualidade), é o fator que mais condiciona a expansão da agricultura no Porto Santo, sendo frequente os produtores não utilizarem a totalidade dos terrenos por dela não disporem. Por outro lado, o recurso a água salobra compromete a sustentabilidade dos solos especialmente sendo estes dominantemente arenosos e pobres em matéria orgânica.

As principais dificuldades inventariadas pelos agricultores, entretanto foram já encaminhadas para as entidades competentes.

Divisão de Assistência Técnica à Agricultura/Divisão de Agricultura Especializada
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar