1 1 1 1 1 Pontuação 4.67 (3 Votos)

Proteção integrada – auxiliares

auxiliares1 joaninha
Joaninha
auxiliares2 vespa
Vespa

Os artrópodes auxiliares entomófagos (insetos e ácaros) são importantes para o agricultor, pois participam na limitação das pragas que afetam as culturas.

De acordo com a ordem a que pertencem, podem ser agrupados da seguinte forma:

Himenópteros (abelhas, vespas, formigas), que parasitam afídeos, cochonilhas, cigarrinhas, tripes, mosca branca e lagartas de borboletas, entre outros. Depositam os ovos no interior do hospedeiro (endoparasitoides) ou no exterior (ectoparasitoides). As larvas, depois de eclodidas, alimentam-se do hospedeiro, causando a sua morte. Deste grupo, pode-se salientar a espécie Cales noackii e Encarsia sp., parasitóides da mosquinha branca.

Coleópteros (joaninhas), que se alimentam de afídeos, cochonilhas, ácaros e tripes. São predadores que perseguem e capturam as suas presas, das quais se alimentam total ou parcialmente. São mais ativos durante a sua fase larvar. Entre as espécies mais importantes, são exemplo a Cocinella septempunctata e Adalia bipunctata.

Neurópteros (crisopídeos, hemerobídeos, coniopterigídeos), que são predadores de afídeos, ácaros, mosca branca e cochonilhas, entre outros. São insetos com corpo alongado, apresentando dois pares de asas grandes e transparentes, com finas nervuras reticuladas. A espécie Chrysoperlea carnea tem sido utilizada em variados programas de luta biológica.

 
auxiliares3 larva crisopideo
Larva crisopideo (Foto de J.K. Clark)

Hemípteros - Heterópteros (antocorideos), que apresentam as asas anteriores do tipo hemiélitro, com nervação reduzida. Possuem armadura bucal picadora/sugadora. As ninfas e adultos dos antocorideos são predadores de ácaros, psilas, pequenas larvas de borboletas, afídeos, tripes e cicadelideo.

Dípteros (sirfídeos, cecidomídeos), que são insetos de duas asas, com armadura bucal lambedora ou picadora/sugadora. São predadores de afídeos mas também podem alimentar-se de outras presas, como ácaros e cochonilhas.

Acarina (ácaros fitoseídeos), que são predadores de ácaros fitófagos (tetraniquídeos e eriofídeos), podendo, no entanto, alimentar-se de pequenos insetos, pólen, micélio e esporos de fungos.

É necessário conservar os habitats destes organismos auxiliares. O agricultor pode otimizar a sua ação, adotando medidas culturais adequadas e selecionando os produtos fitofarmacêuticos utilizados.

Algumas plantas aromáticas servem de refúgio a auxiliares. É o caso do alecrim, onde vivem as joaninhas, do aneto, onde vivem os sirfideos, e da esteva, onde vivem os himenópteros.

Bibliografia consultada:
CAVACO, M.; JORDÃO, P.; SOUSA, R. - Produção integrada das culturas de prunóideas: ameixeira, cerejeira, damasqueiro, pessegueiro. Oeiras: DGPC, 2006. 143 p. + anexos. (Divulgação, ISSN 0872-3249; 290). ISBN 972-8649-47-9. PPA(SV)-5/2006.

 


Paula Rocha
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção Regional de Agricultura

Comentar

Código de segurança
Atualizar