1 1 1 1 1

A importância de manter as orelhas do seu animal limpas

ouvidos limpos animais Como resultado da domesticação e seleção racial, as orelhas dos cães têm uma variação enorme quer no seu tamanho, quer na sua implantação. O longo canal auditivo dos cães faz com que além de ter uma excelente capacidade para captar os sons, também acumula com grande facilidade cerúmen e corpos estranhos (ex: praganas).

O canal vertical dos ouvidos é corrugado ao longo do seu comprimento. Cerúmen e outras substâncias são continuamente produzidos ao longo de todo o canal de forma a manter o seu revestimento saudável. A circulação de ar ajuda também a prevenir a acumulação excessiva de detritos.

Os animais de orelha pendular (ex: Spaniels) e aqueles com grande quantidade de pêlo no seu interior (ex: Caniches) são pior ventilados tornando-se predispostos a desenvolver problemas otológicos.

O cerúmen e detritos devem deslocar-se no sentido ascendente, contra a força da gravidade, para assim serem expulsos. Trata-se de um processo difícil, mesmo num ouvido saudável. Num ouvido doente, este processo natural de limpeza torna-se praticamente impossível e dependendo da severidade da patologia e número de episódios, pode nunca mais ser restabelecido. Nestes casos, a instituição de cuidados preventivos auriculares é essencial, assumindo primordial importância a utilização de soluções de limpeza para a remoção do cerúmen e outros detritos que ajudam ao aparecimento das infeções dos ouvidos.

Estas mesmas soluções podem também fazer parte integrante do protocolo de tratamento auricular em associação com os antibióticos e anti-inflamatórios locais, facilitando a sua penetração na mucosa, contribuindo assim para o aumento significativo da sua eficácia.

 

Apesar de nem todas as orelhas necessitarem de serem limpas, os animais suscetíveis para desenvolverem problemas otológicos, ganham e muito com a sua limpeza regular.

Como aplicar as soluções de limpeza auricular:

1- Agarrar firmemente a cabeça do animal, e gentilmente levantar a orelha de forma a expor a canal auditivo.

2- Com cuidado inserir a cânula na parte superior do canal. Assegurar que existe algum espaço entre a cânula e o canal auditivo, após o que deve verter a quantidade necessária de liquido.

3- Massajar o canal gentilmente, mas totalmente, trabalhando desde a sua base no sentido ascendente.

4- Permitir que o animal abane a cabeça de forma a eliminar o excesso de solução de limpeza. Depois, limpar suavemente o cerúmen e os detritos do topo da orelha com um algodão ou gaze. Não utilizar cotonetes, nem introduzir nada no interior dos ouvidos, pois é suscetível de provocar lesões.

5- Inspecionar o ouvido e repetir se necessário.

6- Limpar o outro ouvido.

Dicas para a implementação fácil da limpeza auricular:

- Limpe as orelhas do seu animal de uma forma regular, uma ou duas vezes por semana. O seu animal rapidamente se habituará, o que torna o procedimento mais fácil.

- Não introduzir o liquido frio no interior do ouvido, mantendo para isso o frasco na sua mão durante alguns minutos antes da sua aplicação.

- Fazer este procedimento no exterior para que assim o animal se possa abanar para expulsar o excesso de solução auricular.

Conselho Regional da Madeira
Ordem dos Médicos Veterinários

Comentar

Código de segurança
Atualizar