1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Avaliação da eficácia do atrativo Cosmo gel para o controlo do Cosmopolites sordidus na cultura da bananeira

O gorgulho da bananeira, Cosmopolites sordidus, pertence à ordem Coleptera, família curculionidae, e causa elevados prejuízos que limitam o desenvolvimento vegetativo da cultura da bananeira. É um inseto que tem hábitos noturnos e os adultos, durante o dia, ficam abrigados em zonas húmidas e sombrias, a exemplo das bainhas foliares mais externas e nos restos culturais.

atrativo CosmoGel foto2
Rizoma da bananeira com galerias
As larvas, ao alimentarem-se do rizoma, abrem galerias com a sua armadura bocal mastigadora, galerias essas que dificultam os movimentos de água e dos nutrientes, tornando a bananeira mais frágil e com menor desenvolvimento vegetativo.

O período de maior atividade dos adultos é entre maio e novembro, os meses mais quentes e húmidos. No entanto, na Região, podem ser encontrados o ano inteiro, porque as temperaturas são amenas também ao longo de todo o ano.

Para minimizar o uso de meios químicos, a monitorização da população com armadilhas é indispensável para o controle deste inseto. A utilização destas armadilhas baseia-se na atração exercida sobre os adultos de C. sordidus por substâncias voláteis presentes no pseudocaule e no rizoma da bananeira.

As armadilhas devem ser dispostas próximo das plantas mães, em zonas quentes, húmidas e sombrias, e devem ser observadas semanalmente.

Podem ser utilizadas armadilhas feitas com material vegetal, pseudotroncos ou rizomas. Também podem ser utilizadas armadilhas comerciais com um atrativo, uma feromona de agregação, sordodine, emitida pelos machos para atrair insetos de ambos os sexos para uma fonte de alimento.

Para avaliar a persistência da eficácia do atrativo Cosmo gel no controlo das populações de gorgulho Cosmopolites sordidus na cultura da bananeira, foram selecionadas três explorações, uma localizada na Calheta (A) e as restantes duas no Funchal (B e C), onde eram visíveis as galerias nos rizomas das plantas, resultantes da atividade desta praga.

As armadilhas de monitorização foram colocadas seguindo as recomendações referidas no Caderno de Campo da Cultura da Bananeira. 

Para a monitorização da praga, está recomendado distribuir quatro armadilhas por ha. Foram distribuídas armadilhas com os dispensadores Cosmo gel que contêm a feromona sordodine produzida pelos machos e que atrai os indivíduos de ambos os sexos, mas que também contém os voláteis das bananeiras (kairomone). Esta combinação da feromona do inseto com os voláteis da bananeira é muito atrativa para os gorgulhos.

 

As armadilhas foram regularmente colocadas em novas áreas de captura, tendo sempre o cuidado de manter o copo que está enterrado com água e de chegar a terra à entrada deste copo, de forma a facilitar a entrada do inseto para a armadilha.

A monitorização das armadilhas e o registo dos dados foram realizados semanalmente.

atrativo CosmoGel foto3 atrativo CosmoGel foto4 atrativo CosmoGel foto5
Armadilha amarelas Cosmotrak   

Os valores mensais considerados no gráfico resultam da média dos gorgulhos contabilizados semanalmente nas armadilhas colocadas em cada exploração.

atrativo CosmoGel grafico1
Monitorização semanal do Cosmopolites sordidus em três explorações agrícolas, durante 6 meses 

De acordo com as indicações do fornecedor, a feromona dissipa-se lentamente e de forma constante, garantindo uma ótima evaporação e mantendo a sua eficácia durante 90 dias. Em campo, nos 6 meses em que as armadilhas foram monitorizadas, registámos níveis de captura semanais dos gorgulhos mais elevados nos 3 primeiros meses, com uma perda de eficácia evidente a partir do 5.º mês, depois do mês de junho.

Alexandra Azevedo
Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

 

Comentar

Código de segurança
Atualizar