1 1 1 1 1

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos 4a10 agosto (LEGENDA)

 De acordo com os apuramentos meteorológicos do período compreendido entre 04 e 10 de agosto (ver quadro), verifica-se que os valores de precipitação continuam extremamente baixos, praticamente nulos, com exceção das Achadas da Cruz, Santana e Santo da Serra. As temperaturas continuam altas, pelo que as regas têm de ser acauteladas e com maior frequência. Quer as regas quer a eventual aplicação de produtos fitofarmacêuticos devem sempre ser efetuadas nas horas de menor calor.

Nas previsões para a próxima semana (até 20 de agosto), esperam-se poucas alterações ao que se tem verificado, ou seja, alguma nebulosidade em toda a Região e precipitação pouco significativa, que, a acontecer, será apenas a norte.

Fertilização/Fertirrega

“Conhecer a fertilidade do solo é conhecer a solução para a sobrevivência do homem neste planeta”
(International Plant Nutrition Institute – IPNI)

A fertilidade pode ser considerada como a capacidade do solo em fornecer elementos essenciais à planta, condição que deve ser mantida durante todo o seu ciclo.

foto1 aplicacao de adubo mineral granulado  
Foto 1 – Aplicação de adubo mineral granulado

A fertilização é a prática agrícola que consiste no fornecimento ao solo de adubos e/ou corretivos, de modo a recuperar ou conservar a sua fertilidade, suprindo a carência de nutrientes e criando condições ‘solo–planta’ favoráveis ao desenvolvimento das culturas vegetais.
A fertirrega, por sua vez, consiste na aplicação conjunta da água e dos elementos nutritivos, de acordo com as exigências das plantas.

A aplicação desta técnica, que se adequa tanto a culturas hortícolas como a culturas frutícolas e ornamentais, implica a recolha de elementos auxiliares, tais como as análises ao solo, à água e às plantas, de forma a melhor estabelecer um sistema integrado de nutrição vegetal.

 

previsoes meteorologicas 11 20 agosto (NOTA)

foto2 local com sistema de fertirrega instalado
Foto 2 – Local onde está instalado um sistema de fertirrega

As culturas só produzirão em pleno se tiverem disponíveis os vários nutrientes que necessitam ao longo das várias fases do seu ciclo vegetativo. O solo é o principal meio em que as culturas crescem e onde vão buscar água e minerais, torna-se, então, importante praticar uma fertilização racional, evitando os excessos de nutrientes e corrigindo as carências, de forma a proteger da poluição as águas superficiais e subterrâneas. Praticar a fertilização racional implica que o agricultor tenha conhecimento dos nutrientes necessários para a cultura, as quantidades mais adequadas, as melhores técnicas de aplicação e as épocas mais ajustadas, ou seja, deve proceder à avaliação das necessidades de fertilização.

Na sucessão das culturas hortícolas (rotação), técnica cultural muito utilizada na Região, é de todo conveniente alternar com uma leguminosa, para que haja um equilíbrio de azoto no solo, retardando ao máximo o esgotamento do solo neste nutriente.

Para preservar e melhorar a fertilidade do solo é preciso usar técnicas culturais que tenham efeito direto sobre as suas características, sendo para isso fundamental, nas nossas condições, aumentar o seu teor em matéria orgânica, fertilizar racionalmente as culturas e corrigir a acidez do solo, de acordo com análises laboratoriais, que podem ser obtidas gratuitamente no Laboratório Agrícola da Madeira, situado na Camacha.

 

Miguel Teixeira
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura/DSDA
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Comentar

Código de segurança
Atualizar