1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Meteorologia agrícola
A informação técnica semanal ao seu dispor!

apuramentos meteorologicos semana52 (LEGENDA)

Segundo os apuramentos meteorológicos para o período, compreendido entre 4 e 10 de fevereiro (ver quadro), verificaram-se algumas alterações, relativamente à semana anterior, ou seja, alguma nebulosidade, com os valores das temperaturas médias a baixar ligeiramente e ocorrências tímidas de precipitação.

Com estas condições do estado do tempo, devemos manter a necessidade de efetuar as regas. Ver no quadro, os indicadores da Precipitação (P) e Evapotranspiração potencial (ETP) que indicam claramente esta necessidade.

Poucas alterações nas previsões climáticas para a próxima semana (até 20 de fevereiro), ou seja, na costa sul, alguma nebulosidade sem precipitação, e na costa norte, presença de muita nebulosidade e precipitação esporádica. Por estarmos no período de excelência, para a maioria das fruteiras, para a limpeza de ramos doentes/ secos e realização das podas, apontamos alguns cuidados que os produtores de kiwi e pomóideas devem ter presente, ao efetuar esta tarefa.

Actinídea (Kiwi)

bacteriose kiwi
Bacteriose da Actinídea - PSA (Pseudomonas syringae pv. actinidae)

Antes de iniciar a poda, se não o fez antes, arranque todas as plantas mortas ou demasiado debilitadas para serem recuperadas. Corte os ramos secos pela PSA das plantas ainda recuperáveis ou que possam ir sobrevivendo. Retire, de imediato, toda a lenha saída desta operação e queime-a. Os pomares atingidos pela PSA devem ser tratados com uma calda à base de cobre, de preferência calda bordalesa, imediatamente a seguir à poda, mas apenas com temperaturas superiores a 8 – 10°C. No Modo de Produção Biológico (MPB) são autorizados fungicidas à base de cobre na luta contra a PSA.

 

previsoes meteorologicas semana52 (NOTA)

Macieira, Pereira, Nespereira, Pessegueiro

cancro pomoideas prunoideas
Cancro Europeu (Neonectria galligena)

Medidas Culturais e Preventivas

• Eliminar os ramos secos com feridas de cancro, para evitar a propagação da doença;

• A lenha resultante destas operações deve ser retirada do pomar e queimada ou guardada em lugar seco e abrigado da chuva, no caso de ser para consumo doméstico;

• Na instalação de pomares novos, escolha variedades e porta-enxertos menos sensíveis ao cancro europeu.

Para mais informação relativamente à prevenção e/ou tratamento, deverá contactar o seguinte serviço da Direção Regional de Agricultura:

Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura /DSDA
Divisão de Assistência Técnica à Agricultura /DATA
Correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Telef.: 291 211 260

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar