1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (3 Votos)

A proteção integrada nas Pomóideas - as principais pragas e doenças

PI mosca da fruta
Mosca da Fruta
PI oidio
Oídio
PI pedrado
Pedrado

Os afídeos causam estragos significativos nas macieiras e pereiras e podem provocar graves prejuízos, por destruírem numerosos rebentos. Causam ainda deformações nas folhas; afetam flores e frutos; podem provocar o surgimento de fumagina e são transmissores de viroses. A luta cultural tem um papel fundamental no controlo da praga.

Os ácaros provocam amarelecimento e queda das folhas, nanismo dos rebentos, diminuição do vigor e quebra de produção (qualitativa e quantitativa). É indispensável a luta cultural. Realizar adubações azotadas equilibradas e utilizar variedades menos sensíveis. Também é importante a luta biológica (promover a limitação natural e introdução de fitoseídos).

A cochonilha de São José é também uma praga importante, sobretudo porque é de difícil combate. Recorre-se à luta cultural e biológica, de preferência.

A mosca da fruta é um inimigo que, em alguns anos, provoca elevados prejuízos. Os meios de luta cultural são de extrema importância. Para evitar a propagação da praga, toda a fruta abandonada no chão e na árvore deve ser retirada.

 
PI bichado macieira1 PI bichado macieira2
Bichado da macieira

Em regra, o bichado Cydia pomonella e o pedrado Venturia inaequalis e Venturia pyrina são considerados inimigos-chave destas culturas.

O bichado da fruta provoca a desvalorização e a queda de frutos. As larvas fazem orifícios nos frutos, por onde penetram. Estes orifícios constituem uma porta de entrada para outras infeções. A utilização de armadilhas sexuais é utilizada para o controlo da praga.

O oídio ataca todos os órgãos em crescimento (ramos, folhas, flores e frutos) e provoca o aborto floral. Deve-se utilizar, se possível, variedades resistentes. Outra medida a adotar é a eliminação, através de podas, das gemas terminais que estejam infetadas.

O pedrado provoca desfoliação, aborto floral, fendas e queda prematura nos frutos. A luta cultural é primordial no controlo da doença. Para ataques mais gravosos nos frutos, deve proceder-se à sua monda manual.

Bibliografia consultada:

Normas técnicas para produção integrada de pomóideas / coord. Miriam Cavaco. Lisboa: DGADR, 2011. Volume I, 84 p. (Divulgação, ISSN 0872-3249; 353). ISBN 978-989-8359-00-7.

Normas técnicas para produção integrada de pomóideas / coord. Miriam Cavaco. Lisboa: DGADR, 2012. Volume II, 252 p. (Divulgação, ISSN 0872-3249; 353). ISBN 978-989-8359-00-7.

 

Paula Rocha
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Comentar

Código de segurança
Atualizar