1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

A introdução de frangos de carne em bananais para controlo do gorgulho da bananeira

frangos1A experiência e os estudos realizados revelam a eficiência de introdução de aves de capoeira nos pomares tradicionais, mas as características específicas da cultura da bananeira, assim como das principais pragas que a ameaçam, nomeadamente o gorgulho (Cosmopolites sordidus) implicaram a realização de ensaios cujos resultados permitem aconselhar com segurança os bananicultores que optem pela criação de aves no interior dos bananais.

Os pintos (com cerca de 21 dias) devem ser introduzidos na parcela, com o objetivo de permanecerem na mesma até aos 120 dias, sendo mudados para outras parcelas, num sistema de rotação, para prevenir problemas sanitários e eventuais danos aos rebentos laterais das bananeiras por falta de infestantes e larvas de gorgulho.

A estirpe de frango utilizada, com bons resultados, foi a Red bro cou nu, caracterizada por ser de crescimento lento, utilizando um bando de 30 animais por cada parcela de 500 m2. Na parcela deve existir abrigo e água.

 

frangos2Relativamente ao controlo de infestantes confirmou-se a eficiência de introdução de aves de capoeira, desde que integradas antes que as ervas atinjam determinado desenvolvimento, pois a partir de 10 cm de altura, as aves não fazem o aproveitamento da mesma.

Em relação ao controlo dos níveis populacionais do gorgulho da bananeira, confirmou-se que a introdução das aves, de forma regular acompanhada pela utilização de armadilhas permite reduzir a população de forma efectiva, através da predação dos estádios larvares do gorgulho localizados maioritariamente nas socas velhas e da captura dos adultos em armadilhas, eliminando-se as gerações seguintes da praga.

 

Bruno Silveira
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Comentar

Código de segurança
Atualizar