1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Os problemas pós-colheita nas Protea sp.

acastanhamento das folhas protea pink ice1 acastanhamento das folhas protea pink ice
Acastanhamento das folhas em proteas "Pink Ice"

As hastes florais das espécies e cultivares de muitas próteas pertencentes ao género Protea, apresentam problemas de duração pós-colheita, com o aparecimento muito comum do chamado acastanhamento das folhas. A razão de tal acontecer não é bem conhecida mas está associada a um baixo teor de açúcares nas células das folhas, resultante da grande exigência, por parte da inflorescência, de açúcares. O acastanhamento das folhas dá-se 3 a 5 dias após a colheita das hastes, reduzindo drasticamente a sua duração pós-colheita e levando a uma redução de mais de 50% no seu valor comercial.

Vários estudos têm sido efetuados para encontrar o método mais adequado para prolongar a vida útil das hastes florais de Protea sp., baseados na forma de 'abastecer' com açúcar os caules e folhas através de um "pulsing"1 em soluções de sacarose ou de glicose, com concentrações variando entre os 0,5% e os 5% e uma duração do "pulsing" das 12 às 48 horas.

Na Madeira, este problema tem ocorrido especialmente nas hastes de Protea 'Pink Ice' e a Protea 'Susara'.

Para tentar minorar este problema, foram testadas várias soluções conservantes.

Os resultados obtidos mostraram que, para uma maior duração das hastes florais, as mesmas devem ser colhidas nas horas mais frescas e colocadas imediatamente em água e num local fresco. Além disso, as hastes devem estar em boas condições fitossanitárias, ou seja, sem aparente ataque de fungos e/ou pragas ou de qualquer tipo de danos, pois isso irá reduzir a duração das hastes.

 
acastanhamento das folhas protea susara
Acastanhamento das folhas em proteas "Susara"

Também dos testes realizados, constatou-se que: 

  • para a 'Pink Ice', a melhor solução conservante foi o Chrysal 3 (formulação em pó) a 10gr/l, conseguindo-se uma duração de 9 dias (em água ou água com lixívia a 2ml/l, foi apenas de 3 dias);
  • para a 'Susara', as melhores soluções conservantes, tanto em termos de duração como em termos económicos, foram o Chrysal 3 (formulação em pó) a 10gr/l, com um custo de 0,05€/l, e uma solução contendo glicose (4gr/l), sacarose (4g/l) e lixívia (2ml/l), com um custo de 0,04€/l, obtendo-se uma duração de 11 dias (em água ou água com lixívia a 2ml/l, apenas se conseguiu 5 dias).

 

Maria João Dragovic
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural


1 "pulsing" é a colocação das hastes numa solução rica em açúcares, geralmente a 10% durante 12 a 16 horas

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar