1 1 1 1 1 Pontuação 2.00 (1 Votos)

A cultura in vitro da papaieira

CIVpapaieira2A papaieira (Carica papaya L.) pertence à família Caricaceae e é uma planta das regiões tropicais e subtropicais.

Existem três tipos de plantas: masculinas, hermafroditas e femininas. Estas últimas são as que produzem frutos com interesse comercial.

A propagação da papaieira por técnicas convencionais é efetuada por sementes, o que traz alguns problemas devido à sua natureza heterozigótica e dioica.

A cultura in vitro de papaieira é uma alternativa para ultrapassar esses problemas. Uma das vantagens em propagar plantas de papaieira por cultura in vitro, é poder determinar previamente o sexo das plantas produzidas, que será igual ao da planta-mãe.

A propagação in vitro de papaieira é efetuada no Núcleo Microlab, a partir dos gomos apicais dos rebentos laterais, que se desenvolvem ao longo do tronco das plantas adultas.

Após a colheita dos rebentos, procede-se à sua desinfeção e de seguida extrai-se o gomo apical de cada rebento. Os gomos são cultivados num meio de cultura composto pelos nutrientes adequados ao seu desenvolvimento.

 

CIVpapaieira3Ao fim de 30 dias cada gomo dá origem a um rebento, que ao ser transferido para outro meio de cultura dá origem a múltiplos rebentos. Estes, quando estão diferenciados, são cultivados num meio adequado para induzir e desenvolver raízes.

Durante este processo as culturas são mantidas numa sala de cultura à temperatura diurna e nocturna de 26º C e 24ºC respetivamente e com o fotoperiodo de 16 horas.

Quando as plântulas têm o sistema radicular desenvolvido são transferidas para o substrato e são mantidas num fitoclima, o qual é programado, permitindo o controlo da temperatura, luz e humidade relativa.

Na fase de aclimatização in vivo o controle da humidade relativa é muito importante, a qual deve ser reduzida muito gradualmente, pois só assim é possível obter uma percentagem elevada de sobrevivência.

As plantas produzidas através desta técnica são depois fornecidas aos agricultores, com a garantia de que são plantas hermafroditas.

 

Isabel Nunes Freitas
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar