1 1 1 1 1

FRUTTMAC – atividades a decorrer

fruttmac logo1 MAC2014 fruttmac logo2 FRUTTMAC fruttmac logo3 INTERREG

O projeto FRUTTMAC “Transferência de I+D+i (Investigação+Desenvolvimento+Inovação) para o desenvolvimento sustentável de fruteiras tropicais na Macaronésia” envolve Centros de Investigação, Universidades e Empresas, diversas Administrações Públicas insulares e Associações, no total de 25 entidades dos Arquipélagos da Madeira, Canárias, Açores e Cabo Verde.

Este projeto pretende criar ferramentas e soluções para enfrentar novas dificuldades, a exemplo das alterações climáticas e todas as consequências que estas trazem para a fruticultura (escassez de água, novas pragas e doenças, alterações no ecossistema e na biodiversidade, etc.)

fruttmac atividades a decorrer figura1 campo experimental cultura anoneira
Campo experimental FRUTTMAC: cultura da anoneira
(Annona cherimola
 

A Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, através da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, definiu como culturas tropicais principais na sua atuação, no âmbito deste projeto, o abacateiro e a anoneira.

Neste momento, estão instalados três campos experimentais, localizados em São Martinho, Bom Sucesso e Santana, onde decorrem oito ensaios distribuídos por ambas as culturas designadas, com o objetivo de estudar a dinâmica populacional das principais pragas (Oligonychus perseae e Pseudacysta perseae na cultura do abacateiro e Nipaeococcus nipae na cultura da anoneira), prospeção de auxiliares e soluções para o controlo destas pragas, promovendo dessa forma a sustentabilidade das culturas.

 
fruttmac atividades a decorrer figura2 campo experimental cultura abacateiro
Campo experimental FRUTTMAC - Cultura do abacateiro (Persea americana)
fruttmac atividades a decorrer figura2.1 campo experimental cultura abacateiro fruttmac atividades a decorrer figura2.2 campo experimental cultura abacateiro
Observação de Oligonychus perseae e Pseudacysta perseae na cultura do abacateiro (Persea americana) para estudar a evolução populacional destas pragas e prospeção de auxiliares 

Para o desenvolvimento destes ensaios, formou-se uma equipa multidisciplinar, envolvendo a Divisão de Experimentação e Melhoria Agrícola, a Divisão de Agricultura Especializada, a Divisão de Assistência Técnica à Agricultura e a Divisão de Qualidade Agrícola – Núcleo de Entomologia.


Bruno Silveira – Direção Regional de Agricultura
Fotos: Andreia Fernandes e Márcia Melim

Comentar

Código de segurança
Atualizar