1 1 1 1 1 Pontuação 2.67 (3 Votos)

Tecnologias de produção – a preparação de plantas

tecn prod1No cultivo de muitas culturas hortícolas recorre-se ao processo de preparação de plantas em alfobre ou viveiro, que consiste na realização da fase inicial do desenvolvimento vegetativo das plantas fora do terreno de cultivo, da germinação da semente ao transplante das plantas para o local definitivo, evitando a sementeira direta.

Este processo apresenta inúmeras vantagens:

- proporcionar condições ambientais (temperatura e humidade) mais adequadas à germinação da semente, evitando perda de semente;

- controlar mais fácil e assiduamente o crescimento das plantas, possibilitando uma mais cuidada e eficaz defesa sanitária;

- escolher o momento e as plantas a transplantar, uniformizando o arranque da cultura e o seu desenvolvimento até à colheita;

- e reduzir a ocupação do terreno de cultivo pela cultura.

 

É ainda um processo fundamental na planificação e escalonamento da produção, nomeadamente em culturas de ciclo curto, como a alface e as couves.

A formação do alfobre pode ser realizada ao ar livre ou sob abrigo de diversa natureza ou espécie, no solo ou recorrendo a substratos mais ou menos elaborados e a vazaria especial.

A sua localização é fundamental pois a luminosidade, a temperatura e os ventos influenciam o normal desenvolvimento das plantas, bem como o solo e/ou substratos deverão obedecer a diversos pré requisitos.

Assim, é de privilegiar a boa luminosidade, a temperatura amena e a proteção a ventos fortes e frios (secos ou muito húmidos) ou carregados de maresia.

O solo deverá ser de consistência média, bem drenado e arejado, rico em húmus, com boa retenção de água (esponjoso), de baixa salinidade, de reação neutra (pH 6,5) e sem problemas sanitários, características estas a considerar também na escolha dos materiais ou mistura de materiais para a elaboração do substrato.

Os substratos são materiais ou mistura de materiais de origem diversa, minerais (areia do rio ou da ribeira, cinza vulcânica, etc.), orgânicos (terra vegetal , estrumes e materiais vegetais bem decompostos, turfa, etc.) ou sintéticos (espumas sintéticas, lã de rocha, etc.).

A sementeira poderá ser manual ou mecânica, a lanço ou localizada, existindo sistemas muito evoluídos que permitem rendimentos de trabalho extraordinários.

 

Divisão de Apoio Técnico e Mecanização Agrícola
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Comentar

Código de segurança
Atualizar