1 1 1 1 1 Pontuação 1.00 (1 Votos)

batataA batata é uma espécie pertencente à família das solanáceas (que engloba também outras culturas como o tomate, o pimento, a beringela e o tabaco, entre outras). O seu nome científico é Solanum tuberosum, designação que remete imediatamente para a sua parte comestível: um tubérculo, que não é mais que um caule modificado, que cresce subterraneamente.

Tem origem na América do Sul e a sua introdução na Europa deveu-se aos colonizadores espanhóis, por volta de 1570. Na altura, foi utilizada como planta de jardim, tendo as suas qualidades de consumo sido reconhecidas somente a partir de 1590, expandindo-se rapidamente para todo o mundo e sendo hoje uma das culturas mais praticadas em todo o planeta.

Como curiosidade, de referir que a causa de muitas crises de fome em diversas zonas deveu-se a problemas fitossanitários com a batata, a exemplo do que aconteceu na Irlanda em finais do século XIX, quando a cultura foi bastante afectada por uma doença até aí desconhecida (o míldio - Phytophtora infestans).

Como alimento, a batata é um produto não muito equilibrado, pois a sua riqueza intrínseca é maioritariamente constituída por amido. No entanto, é um produto feculento bastante agradável e fornecedor de energia e a sua mistura com outros produtos (mais ricos nos outros componentes essenciais) tornam-no apetecido pelos consumidores. Tudo isto, acrescido à facilidade do seu cultivo, ao reduzido ciclo cultural e à atual disponibilidade de variedades, adaptadas às mais diversas condições de solo e clima, fazem da batata uma das realidades mais importantes da agricultura mundial.

Na Madeira, foi somente por volta de 1760 que entraram os primeiros propágulos (batata-semente) na ilha da Madeira, provenientes das ilhas Canárias. A sua denominação popular de "semilha" parece estar relacionada com o facto das embalagens estarem identificadas com a designação espanhola de semente (semilla), que assemelha-se foneticamente muito à designação popular que perdurou entre nós até à actualidade. A sua entrada no Porto Santo, como cultura, ocorreu mais tarde, por volta de 1820.

O seu consumo mais conhecido e generalizado será o culinário, tanto cozido como frito, sendo a batata um alimento muito versátil.

Segundo o Recenseamento Agrícola de 2009 (RA 2009), a área total de batata na RAM atingia os 1.500 ha por cerca de 10.000 agricultores e para uma produção total de cerca de 46.000 ton.

Os concelhos mais importantes são os de Santana (com 24% da área), São Vicente (com 15%, embora aqui seja de considerar a situação da cultura consociada) e Ribeira Brava (12%).

No entanto, há que considerar a importância do Concelho do Porto Moniz quanto a este cultivo: embora em termos relativos o seu peso não seja importante, uma vez que a superfície do concelho é pequena, a verdade é que a tradição de produção é grande.

Ainda relacionado com a distribuição da batata pelos vários concelhos, há que salientar que nos concelhos situados a sul da ilha da Madeira é mais importante o cultivo de batata precoce (batata nova), enquanto nos nortenhos a produção concentra-se mais em variedades de conservação.

Ricardo Costa