1 1 1 1 1 Pontuação 4.80 (5 Votos)

O consumo de germinados no Ano Internacional das Leguminosas

consumo germinados

 

A organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) determinou oficialmente 2016 como o Ano Internacional das Leguminosas, com o tema "Sementes Nutritivas para um Futuro Sustentável".

O objetivo da ONU é chamar atenção para os muitos benefícios à saúde do consumo das leguminosas como também a possibilidade de aumentar a produção e o comércio dos mesmos.A produção de leguminosas é importante para a fixação do azoto nos solos, para produção de matéria orgânica e combate à erosão. Em Portugal, a sua produção representa apenas 0,04% da produção mundial.

As leguminosas são uma importante fonte de proteínas, vitaminas, minerais e fibras, um alimento muito completo do ponto de vista nutricional com um papel importante na prevenção de doenças como a diabetes, a doença cardiovascular e a obesidade, uma vez que promovem a saciedade, reduzem a absorção de colesterol, e ajudam a manter estável a glicemia.

Uma forma muito prática e saudável de consumir leguminosas é através dos germinados sendo que as sementes mais conhecidas são a alfafa, o feijão mundo, o grão-de-bico, a ervilha, a soja, a lentilha e afava.

Os germinados são alimentos facilmente digeríveis e constituem verdadeiras concentrações de nutrientes e enzimas.

O consumo de leguminosas em forma de germinado aumenta o teor vitamínico e mineral e a biodisponibilidade de alguns destes nutrientes duplica.

 

Ana Ghira
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção Regional de Agricultura

Comentar

Código de segurança
Atualizar