1 1 1 1 1

sabia que- O Eng.º Vieira Natividade, no seu apaixonado "Madeira-Epopeia Rural", de 1953, descreve a anona como um "prodígio da flora tropical, decerto o único manjar dos deuses que aos míseros humanos foi dado conhecer".

- Mark Twain (1835-1910), o escritor norte-americano que se celebrizou, entre outros romances, pelas "Aventuras de Tom Sawyer", referiu-se à anona como "deliciousness itself".

- O geógrafo e famoso explorador da América do Sul, o checo Tadeu Haenke (1761-1816), quando descreveu a anona, considerou-a "uma obra-prima da natureza".

- Em 2007, na Charneca (um terraço do Tejo), foram descobertos troncos fossilizados com mais de 5 milhões de anos, pertencentes a árvores de grande porte, cuja representante mais próxima atual é a anoneira, que atualmente encontra-se para latitudes mais tropicais. Estes fósseis são um exemplo de que as alterações climáticas foram uma constante ao longo da história da Terra, indicando-nos que o clima existente nesta região seria temperado quente com estações contrastadas, sendo mais quente e húmido do que o presente.
Porém, em 2009, um destes geomonumentos do Geoparque Naturtejo, único no país classificado pela UNESCO, foi roubado da Herdade da Coutada, propriedade privada, no concelho de Vila Velha de Rodão.

Comentar

Código de segurança
Atualizar