1 1 1 1 1

As castas

IVBAM3 castasAtualmente, as variedades de castas mais utilizadas na produção de vinho Madeira são Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Tinta Negra.

A Tinta Negra é uma casta extremamente produtiva e versátil, que se adaptou bem às condições, por vezes adversas, da ilha. Produz qualquer tipo de Vinho Madeira, podendo ir dos mais secos aos mais doces. Apesar de não ser das castas mais aromáticas, origina vinhos de bouquet característico, que se intensifica com o envelhecimento. Na boca revelam-se equilibrados, persistentes e com um agradável final de boca.

A casta Sercial caracteriza-se pela elevada acidez natural e pela adstringência dos seus vinhos quando muito jovens. Origina vinhos do tipo seco que habitualmente apresentam uma cor entre o muito pálido e o pálido, com reflexos brilhantes e dourados, que se intensificam para os vinhos mais velhos. Apresenta um bouquet típico a frutos secos e madeira, com possibilidade de notas a citrinos, enquanto novos. De sabor seco e fresco, com carácter firme, apresenta usualmente um fim de boca longo, que se acentua para os vinhos mais velhos.

A casta Verdelho caracteriza-se pelo aroma tropical que confere aos vinhos. Origina vinhos do tipo meio seco que apresentam uma cor entre o pálido e o dourado, evoluindo para o topázio e âmbar pouco carregado, para os vinhos mais evoluídos. No aroma, o bouquet revela-se complexo com notas a casca de laranja seca, frutos secos, madeira e especiarias. Encorpados, com acidez muito equilibrada, final de boca longo, revelando notas a frutos secos e madeira, que se evidenciam e concentram para os vinhos mais evoluídos.

 

O Boal é uma casta que se caracteriza por originar vinhos do tipo meio doce, habitualmente com uma cor âmbar, com reflexos dourados, que se torna mais carregada com a idade. O bouquet é característico, complexo e intenso nos vinhos mais evoluídos, revelando aromas de frutos secos, madeira, caramelo e a nota muito típica a baunilha. Na boca apresenta-se equilibrado, encorpado e com excelente final de boca, tornando-se mais macio e envolvente com a idade.

A Malvasia origina vinho do tipo doce de cor âmbar carregado, com reflexos dourados, evoluindo com a idade para uma intensidade cromática profunda. Bouquet característico, com destaque para notas a uvas passa, madeira, caramelo, frutos secos, especiarias, baunilha e melaço. Na boca apresenta-se encorpado e aveludado com notas a mel, caramelo, especiarias e chocolate. Final de boca complexo, acidez equilibrada pela doçura, que se acentua para os vinhos mais velhos/evoluídos, terminando longo e agradável.

IVBAM3

 

IVBAM

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar