1 1 1 1 1

Alerta aos produtores de anona – Mosca da fruta

alerta anona 1 Informa-se os produtores de anona que, dadas as condições climáticas sentidas ao longo do ano de 2017, nomeadamente as temperaturas mais elevadas, a produção de anona nas cotas baixas e médias está, por um lado, antecipada cerca de um mês e meio a dois meses e, por outro lado, o ataque da mosca da fruta intensificou-se de forma significativa, o que obriga a alguns cuidados no controlo mais eficaz desta praga.

 

alerta anona 3 Assim, apresenta-se um conjunto de medidas que devem ser implementadas:

• Nas cotas baixas e médias, em que o ataque é provável, não realizar poda em verde, deixando o máximo de folhagem, criando um microclima desfavorável ao desenvolvimento da mosca, sendo que a própria folhagem serve de obstáculo e dificulta o ataque. Perde-se o benefício da poda em verde mas considera-se que será vantajoso no controlo da praga;

• Utilizar galináceos, adaptando a carga de aves à dimensão da exploração, dada a capacidade destes animais para limitar e controlar a população, atendendo que a parte mais importante do ciclo da mosca é passada no solo;

• Aplicar uma mistura de calda bordalesa, melaço e açúcar (1kg calda bordalesa açúcar + 2,5kg de melaço + 1,5kg de açúcar/100litros), pulverizando a vegetação espontânea na periferia exterior do pomar;

• Recolher os frutos caídos e estragados em sacos de plástico, que deverão ser amarrados e expostos ao sol durante um mês, no mínimo.

 

Divisão de Assistência Técnica à Agricultura
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar