1 1 1 1 1 Pontuação 2.00 (1 Votos)

A cultura da cerejeira – ações de informação e divulgação de novos folhetos

A cultura da cerejeira possui importância económica no concelho de Câmara de Lobos, nomeadamente nas freguesias do Jardim da Serra e do Curral das Freiras.

cerejeira artigo folheto
Fig. 1 – capa de um folheto

Recentemente, esta cultura tem sido alvo de pragas e doenças, como tal, a Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura (DSDA) em parceria com a Junta de Freguesia do Jardim da Serra, constituíram um grupo de trabalho, de modo a envolver as pessoas da localidade e promover a cooperação de todos na manutenção da produção e da qualidade de um dos produtos ex-líbris da nossa Região.

Aquando das reuniões deste grupo, houve partilha de informações, de conhecimentos e debate de aspetos específicos sobre a cultura da cerejeira e surgiu a ideia da elaboração de dois folhetos, um para o modo de produção biológico e outro para o modo de produção convencional, com o intuito de apoiar de forma simples e ilustrativa os produtores de cereja no combate às principais pragas e doenças.

Após a elaboração dos folhetos, foram feitas durante o mês de maio várias ações de divulgação/apresentação dos mesmos.

cerejeira artigo folheto 1
Fig. 2 – Produtores de cereja do Jardim da Serra

A primeira decorreu na freguesia do Jardim da Serra, a qual teve como oradora a signatária, esta ação foi muito bem aceite, pois estiveram presentes cerca de 50 produtores de cereja da referida localidade.

As restantes ações decorreram na freguesia do Curral das Freiras, em campo, junto dos produtores de cereja e de ginja, respetivamente.

 
cerejeira folheto 2
Fig. 3 – Ação de esclarecimento junto dos
produtores de cereja do Curral das Freiras

Nas ações de divulgação foram feitas referências aos principais estados fenológicos da cerejeira, (repouso de inverno, rebentação, floração, vingamento e desenvolvimento vegetativo, crescimento dos frutos e maturação, queda das folhas) e o aparecimento das pragas e das doenças em cada um dos estados fenológicos.

Para cada praga e doença eram apresentadas as substâncias ativas homologadas, o nome comercial, época de aplicação, concentração e intervalo de segurança.

Ainda neste âmbito, foram mencionadas algumas recomendações técnicas para a cultura da cerejeira, nomeadamente na manutenção ou melhoria da qualidade do solo, na instalação dos pomares, nas podas e enxertias e da importância dos tratamentos de inverno no controlo das pragas e doenças.

Estas ações foram muito bem sucedidas, recebendo elogios por parte dos produtores de cereja regionais.

Aurélia Sena
Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Direção Regional de Agricultura

 

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar