1 1 1 1 1 Pontuação 4.56 (9 Votos)

Biologia floral do abacateiro

O abacateiro, Persea americana Mill., inclui-se na família Lauraceae, grupo que abrange as nossas árvores endémicas, barbusano, loureiro, til e vinhático.

As diversas cultivares disponíveis tiveram origem em três diferentes zonas geográficas, a saber: México, Antilhas e Guatemala, com distintas adaptações edafoclimáticas.

A raça mexicana possui grande resistência ao frio, enquanto a raça antilhana adapta-se bem à região tropical, e a guatemalteca é considerada intermédia. A raça antilhana destaca-se também pela adaptação aos solos salinos, o que tem possibilitado o seu cultivo ou utilização como porta-enxerto em áreas com essa característica.

biologia floral abacateiro fase feminina biologia floral abacateiro fase masculina
Flor de abacateiro na fase feminina Flor de abacateiro na fase masculina

 

 
cultivar hass grupo A
cultivar fuerte grupoB
 
 

As flores do abacateiro são hermafroditas. Apresentam uma característica chamada dicogamia protogínica, que consiste na maturação do órgão feminino anteriormente ao masculino, em horas diferentes do dia.

Para que ocorra a polinização e consequentemente a frutificação é necessário intercalar cultivares de comportamento floral diferente (grupo A e grupo B) e que tenham a mesma época de floração. A autofecundação pode ocorrer. Porém, a participação de insetos é fundamental, principalmente abelhas, sendo inclusive recomendada a instalação de colmeias próximas aos pomares.

 


Berta Correia Alves
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Maria da Graça Correia de Freitas Aguiar
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar