1 1 1 1 1 Pontuação 4.50 (4 Votos)

A monstera deliciosa

monstera deliciosa1
monstera deliciosa2

A Monstera deliciosa, vulgarmente conhecida em Portugal como costela-de-adão é uma planta da família das aráceas. É um género semi-herbáceo e perene.

Classificada como trepadeira, possui um caule lenhoso e cresce verticalmente, podendo atingir mais de 3m de altura.

A espécie é nativa do México e é mundialmente cultivada como ornamental.

Possui folhas grandes, codiformes, penatífidas e perfuradas, com longos pecíolos.

Sua inflorescência é um espádice geralmente esbranquiçado envolta por uma bráctea branca que possui um aroma irresistível aos insetos e polinizadores.
A sua época de floração é entre junho e setembro.

A Monstera deliciosa, no seu clima natural, dá frutos comestíveis. Como a Madeira é caracterizada por um clima subtropical, o cultivo deste fruto na região já é feito há algum tempo.

 
monstera deliciosa3

O fruto, conhecido por fruto-do-conde ou fruto delicioso, nome popular na Ilha, tem cerca de 25cm de comprimento e 3 a 4cm de diâmetro. A sua polpa tem um gosto entre o abacaxi e a banana. É tóxica se ingerida antes de amadurecer. Normalmente, o fruto é comido entre 3 a 4 dias, pelo facto de amadurecer gradualmente.

Na Região, o fruto é mais apreciado pelos turistas do que pelos residentes.

A costela-de-adão é uma planta de meia-sombra e, por isso, ideal para ambientes onde a incidência de raios solares seja indireta ou quase nula, sobretudo durante a fase de crescimento.

É uma planta que, embora rústica, necessita de um solo fértil em matéria orgânica e com humidade constante mas sem tendência para encharcamento.

Suporta bem as baixas temperaturas e pode ser plantada em vasos, usando-se uma estaca de tutoramento.

Embora o fruto não faça ainda parte dos hábitos alimentares dos madeirenses, existem muitos apreciadores em vários países europeus, nomeadamente na França.


Paula Almeida Rocha
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Direção regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar