1 1 1 1 1

O abacate, fruto do abacateiro (Persea americana Mill.), é originário da América do Sul, mais precisamente do México, Guatemala e Antilhas, de onde derivam as mais de 500 variedades hoje existentes, o que explica a grande diversidade na forma, tamanho e cor.

abacate 2A mais antiga evidência conhecida da utilização do abacate foi descoberta numa caverna de Coxcatlán, no México, e remonta a 10.000 anos aC.

À Madeira, de acordo com investigação do Tenente-coronel Alberto Sarmento, o abacate terá chegado nos princípios do século XIX, introduzido por um morgado então regressado do Brasil. Primeiro, e devido ao seu grande porte e copa frondosa, o abacateiro foi utilizado como "árvore de sombra", e só mais tarde como fruteira. Devido à sua forma dominantemente periforme, os madeirenses deram-lhe o nome de "pêra abacate".abacate 3

O abacate adapta-se muito bem até aos 400m de altitude na costa Sul, e até aos 150m na Norte. Os concelhos com maior predomínio da cultura são os de Santana, Funchal, Santa Cruz e Calheta, embora quase todos os madeirenses que disponham de um quintal não dispensem o seu abacateiro. É estimado que a cultura preencha uma área de cerca de 90 ha, à qual corresponderá uma produção anual de quase 900 ton desta fruta. Apesar do grande número de variedades de abacate, resultantes da multiplicação por semente, aquelas com maior interesse e divulgação comercial são a "Hass" (de fruto arredondado, de epiderme rugosa, e que além de um acentuado sabor a noz fica arroxeado a quase negro quando amadurece) e a "Fuerte" (com fruto de casca lisa e em forma de pêra).

A época habitual da colheita decorre de Outubro até Julho, dependendo das condições específicas dos locais das plantações, oscilando a produção de uma planta adulta entre 200 a 800 abacates por ano.

Com um valor calórico de 162 calorias por 100 gr de fruto, a polpa de um abacate maduro, além de uma boa fonte de potássio, folato e vitamina A, é rica em vitamina E, contendo ainda quantidades razoáveis de vitaminas B6, C e E, ferro e magnésio.

Tal como o azeite, o abacate tem um alto teor de ácidos gordos monoinsaturados que, pensa-se, reduzem os níveis de colesterol no sangue. Além de tudo isto, o abacate doseia mais proteínas que qualquer outra fruta, sendo utilizado em dietas vegetarianas como substituto da carne.

O abacate pode ser consumido fresco, como sobremesa ou como acompanhamento de pratos de carne, de peixe e de saladas. Na Madeira, é apreciado geralmente polvilhado de açúcar ou, em alternativa, com mel de cana ou Vinho da Madeira. Há também quem o coma simplesmente barrado no pão.

É ainda utilizado na preparação de gelados, mousses, bolos, pudins, cremes e coquetéis.

Paulo Santos

 

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar