1 1 1 1 1

As operações culturais nas helicónias

op culturais helic1Para as plantas se manterem limpas, vigorosas e arejadas, é preciso retirar os rebentos laterais mais fracos, os caules com inflorescências velhas e as folhas e caules mortos. Esta prática é efetuada sempre que necessário, cortando igualmente os pseudocaules o mais rente possível do solo. Os pseudocaules destas plantas apenas florescem uma vez e, por isso, após a floração o mesmo pode ser removido.

Com os anos, os tufos tornam-se mais densos, com menor penetração de luz no seu interior, e as raízes e os caules subterrâneos tornam-se mais grossos, reduzindo a produtividade do tufo, sendo então necessário dividir os tufos e replantá-los de novo.

A periodicidade da replantação vai depender do desenvolvimento das plantas, podendo variar entre os 3 e os 6 anos.

Anualmente, deverá ser feita uma cobertura dos canteiros com matéria orgânica, utilizando restos de folhas, bagaço ou outros compostos disponíveis. Esta cobertura irá reter a humidade na zona das raízes e também ajudar no controlo das infestantes.

 

Um campo de helicónias precisa de estar limpo de infestantes. A monda pode ser feita manualmente ou recorrendo a um herbicida à base de oxidiazão ou glifosato. Quando se recorre à monda química, é necessário ter o cuidado de não aplicar muito perto das helicónias, pois tal poderá causar problemas de fitotoxicidade, debilitando a planta.

Nas espécies de helicónias de médio e grande porte é necessário efetuar a tutoragem das plantas.

Uma das formas de tutoragem usada nas espécies de grande porte consiste em amarrar o conjunto de pseudocaules de forma a mantê-los direitos e sem quebrar. Para as espécies de médio porte utilizam-se suportes de fio de arame ou corda de nylon esticados ao longo dos canteiros, como forma de evitar o tombo causado pelo vento ou pelo próprio peso.

op culturais helic2 op culturais helic3

 

Maria João Dragovic
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Questões  

# Lizette 26-03-2015 00:17
Bom dia,
Estou interessada em obter mais informações sobre o cultivo desta especie de flor, gostaria de saber se tal se dá em estufa mais precisamente na zona norte da ilha, são jorge.

Grata pela atenção
Responder | Responder com citação | Citar

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar