1 1 1 1 1

Manchas foliares nas helicónias – causas principais

helic1As helicónias são plantas tropicais e a sua plantação em locais com condições ambientais diferentes das regiões de origem leva ao aparecimento de alguns problemas.

Nas plantações de helicónias existentes na Madeira, e embora estejam nos locais mais quentes da ilha, têm surgido vários problemas, tanto no seu crescimento bem como a nível de doenças.

As temperaturas inferiores a 18ºC são prejudiciais a estas plantas, atrasando o seu desenvolvimento e proporcionando o aparecimento de problemas fisiológicos e o ataque de fungos.

Quando as temperaturas baixam, o crescimento das plantas é mais lento, chegando mesmo a parar. Além disso, o vento 'recorta' as folhas já desenvolvidas e abrasa as tenras, que ainda estão a desenrolar.

 

Estes dois factores, temperatura e vento, enfraquecem a planta, fazendo com que ela apresente pseudocaules, com folhas destruídas e de tonalidade verde baça a amarelada, e sem sinais de nova rebentação.

Nestas condições, a planta está ainda sujeita ao ataque de fungos, sendo comum o aparecimento de Alternaria alternata, Colletotrichum sp., Phoma sp. e Stemphylium botryosum, que causam manchas nas folhas.

Estes fungos podem ser tratados com fungicidas à base de mancozebe, clortalonil e azoxistrobina.

helic2 helic4 helic3

 

Maria João Dragovic
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar