1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (2 Votos)

A concha-lapa, Umbraculum umbraculum (Lightfoot, 1786)

No âmbito de uma campanha de mar realizada pelos técnicos da D.S.I.*, Viriato Timóteo e Filipe Alves, foram efetuados mergulhos em apneia, na costa Sul da Madeira.

Nestes mergulhos, para além de exemplares de peixes, foi capturado acidentalmente um molusco, vulgarmente conhecido por concha-lapa, cujo nome científico é Umbraculum umbraculum (Lightfoot, 1786) (Figura 1).

fig1 concha lapa
Figura 1 - O exemplar de concha-lapa, Umbraculum umbraculum (Lightfoot, 1786).

Trata-se de um molusco gastrópode opistobrânquio (Figura 2), constituído por uma concha e um corpo, designado por pé, que é robusto, liso e de cor amarelada (Figura 3), sendo a caraterística principal desta espécie o corpo apresentar-se muito maior que a concha. Os indivíduos adultos podem atingir até 20 cm de comprimento.

 
fig2 vista pormenorizada do exemplar fig3 pe do exemplar
Figura 2 – Vista pormenorizada do exemplar
de concha-lapa.
Figura 3 – Pé do exemplar de concha-lapa. 

O seu habitat é diverso, localizando-se, predominantemente, nas zonas litorais com fundos rochosos, arenosos e lamacentos, da zona intermareal até 80 metros de profundidade.

Relativamente à sua distribuição ocorre quer em águas temperadas, quer tropicais, no Atlântico, nomeadamente na Macaronésia, em Portugal Continental, no Mediterrâneo, no Pacífico, no Índico, nas Caraíbas, na Austrália e na Nova Zelândia.

Bibliografia:

Ballesteros, Manuel, Enric Madrenas, Miguel Pontes et al. (2012-2017) “Umbraculum umbraculum” in OPK-Opistobranquis, Published: 14/05/2012, Accessed: 05/12/2017 at (https://opistobranquis.info/en/cYa94)

 

Ana Rita Pinto Góis
*Direção de Serviços de Investigação
Direção Regional de Pescas

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar