1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Parasitas de Gaiado, Katsuwonus pelamis (Linnaeus, 1758)

gaiado  
Figura 1 - Gaiado, Katsuwonus pelamis
(Linnaeus, 1758)

A pesca é uma atividade económica de grande importância na Região Autónoma da Madeira, sendo fundamental conhecer e gerir os seus recursos naturais da melhor forma possível. A pesca de tunídeos, em geral, representa cerca de 45% das descargas globais de pescado em lota nos últimos anos, com uma média anual de 2 500 toneladas. Assim, torna-se importante apostar no conhecimento destas espécies. Ao longo dos últimos anos, vários trabalhos têm sido desenvolvidos neste sentido, havendo biólogos dedicados à investigação de cada tunídeo em particular, com o objetivo de obter conhecimento sobre a sua rota migratória, a sua alimentação e a comunidade de parasitas que possui. O conjunto destas diferentes informações e as relações que apresentam entre si vai permitir o melhor conhecimento e gestão do stock de cada espécie, garantindo a sua viabilidade nas próximas décadas.

Atualmente, encontra-se em curso o projeto TUNAMAD, financiado pela Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI), que pretende estudar os atuns da Região Autónoma da Madeira.

Neste projeto está inserida uma dissertação de mestrado sobre parasitas de gaiado, Katsuwonus pelamis (Linnaeus, 1758) (Figura 1), espécie de grande valor económico para a pesca local.

 
parasita gaiado  
Figura 2 - Parasita de brânquia de Gaiado

Este estudo tem importância, não só para o conhecimento da comunidade de parasitas desta espécie (Figura 2), como através deles é possível inferir sobre os hábitos alimentares e as rotas migratórias do gaiado. A nível de saúde pública, este trabalho também se pode revelar importante, caso seja detetado algum parasita nocivo para o Homem.

Assim, tendo em conta os benefícios deste tipo de trabalhos, é conveniente continuar a investir neles como uma mais-valia para a gestão e conservação dos ecossistemas marinhos.

A componente prática deste trabalho está a ser desenvolvida na Direção de Serviços de Investigação da Direção Regional de Pescas, sob orientação da investigadora Doutora Margarida Hermida (CIIMAR-Madeira), em colaboração com a Professora Doutora Aurélia Saraiva, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.


Bárbara Cavaleiro
Aluna de Mestrado da Universidade do Porto
Faculdade de Ciências

 

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar