1 1 1 1 1

Curso Superior Técnico Profissional (CTeSP) em Agricultura Biológica - inscrições ainda estão a decorrer!

agricultura biologica cabaz2 1100

O CTeSP é um curso superior que visa preparar os candidatos para o mercado de trabalho relacionado com agricultura e o sector agroalimentar. Estas áreas de atividade, e em particular a Agricultura Biológica, encontram-se em franco desenvolvimento e têm uma elevada empregabilidade.

Alternativamente, o CTeSP permite o ingresso no Ensino Superior, na área do Ensino Politécnico, com o reconhecimento das habilitações e competências adquiridas, e Ensino Universitário, mediante concurso.

O CTeSP em Agricultura Biológica, da Universidade da Madeira, edição do ano letivo 2019/20, tem as candidaturas abertas no período entre 12 de julho a 1 de setembro de 2019, e conta com 20 vagas.

O curso tem a duração de quatro semestres, 120 ETCS (créditos), inclui 19 disciplinas, que abordam diversos conteúdos relacionados com a Agricultura e o Modo de Produção Biológico. O curso tem um total de 1.845 horas de contacto (incluindo o estágio), divididas pelos quatro semestres, o que perfaz 345 horas/semestre divididas pelas 16 semanas do semestre, perfazendo 21,5 horas semanais. O curso termina com um estágio em contexto de trabalho (4.º semestre, com 810 horas), onde os alunos podem aplicar na prática os ensinamentos obtidos e tomam conhecimento com o mercado de trabalho. Os estágios são realizados em empresas e explorações agrícolas ou noutras entidades.

Durante os três semestres letivos, a formação é 25% teórica e 75% prática. Os alunos que frequentam o curso têm de observar uma assiduidade mínima de 75% por disciplina para poderem finalizar o curso. As aulas decorrem maioritariamente da parte da tarde, entre as 16h e 21h.

Durante a formação, os alunos irão travar conhecimento com os princípios da produção agrícola biológica e da agricultura sustentável. Entre os tópicos abordados pelas diferentes disciplinas, poder-se-á realçar:

i) os conhecimentos sobre os recursos genéticos e os recursos endógenos das explorações;

ii) os métodos e estratégias utilizados na produção agrícola sustentável e na proteção das culturas, melhorando a sua qualidade e procedendo à sua diferenciação;

iii) os métodos e técnicas de conservação do solo e dos recursos hídricos;

iv) os métodos e técnicas de reutilização dos resíduos da exploração e produção de composto e coberturas;

v) as técnicas de produção utilizadas nos sistemas agrícolas e sistemas hortofrutícolas; 

 

vi) os princípios da produção pecuária biológica;

vi) os princípios da permacultura;

vii) os princípios da certificação em agricultura biológica, incluindo dos produtos e produções biológicas;

viii) as técnicas de processamento e controlo da qualidade da produção pós-colheita;

ix) a elaboração e conceção de projeto agrícola;

x) e os princípios do marketing e a gestão agrícola, a fim de melhorar a rentabilidade das explorações e/ou desenvolver o valor da produção.

Adicionalmente, o curso aborda também as novas técnicas e ferramentas utilizadas pela agricultura inteligente e de precisão e a sua aplicação na agricultura biológica.

A agricultura é um importante sector para a sustentabilidade e segurança alimentar da Região Autónoma da Madeira, pelo que os alunos travarão conhecimento com as variedades regionais e os recursos genéticos endógenos ,que serão a base da futura diferenciação e valorização desta atividade. As variedades regionais podem ser utilizadas na diversificação económica, na inovação e na criação de novos produtos e marcas biológicas, que vão de encontro aos anseios dos consumidores e promovem o bem-estar e saúde das populações.

O CTeSP em Agricultura Biológica constitui também um importante contributo para formação de cidadãos ativos e conscientes do papel da agricultura na produção de alimento e sustentabilidade regional, quando desenvolvida de acordo com as melhores práticas ambientais, de acordo com os princípios da agroecologia e de forma amiga do ambiente.

No final da sua formação, os técnicos terão adquiridos competências e conhecimentos sobre o modo de produção biológica, podendo exercer a atividade e ter empregabilidade nas próprias explorações, em empresas agrícolas ou de prestação de serviços, como operadores (trabalhadores) na área do processamento e comercialização de produtos biológicos ou agroturismo e restauração.

O Técnico Profissional em Agricultura Biológica encontra-se também, por despacho do Governo Regional, equiparado aos empresários agrícolas, podendo candidatar-se aos fundos existentes para o início da atividade.

As candidaturas ao curso de agricultura biológica estão a decorrer, podendo a informação relacionada com os procedimentos de candidatura ser encontrada em:

https://www.uma.pt/ensino/ctesp/agricultura-biologica/?contentid=1107 (curso)
https://www.uma.pt/noticias/candidaturas-aos-cursos-tecnicos-superiores-profissionais-ctesp/ (datas e n.º de vagas)

A candidatura pode ser feita online, através de: 
https://candidaturas.uma.pt/ (candidaturas online)

Para a candidatura online, os documentos necessários são o certificado de habilitações e respetivos comprovativos, podendo ainda ser adicionado o CV.

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar