1 1 1 1 1

Direção Regional de Agricultura realiza 12 ações de sensibilização a 445 alunos dos ensinos básico e secundário

dae formacao dica1 Durante os dois primeiros trimestres deste ano foram realizadas pela Direção Regional de Agricultura, através da Divisão da Agricultura Especializada (DAE) da Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura, 12 ações de sensibilização em diversas escolas da Região, para um total de 445 alunos, sendo que quatro foram efetuadas no primeiro trimestre e as restantes oito no segundo trimestre. Estas ações tiveram como objetivo principal definir o conceito de agricultura biológica, e os seus principais objetivos, sensibilizando os alunos dos riscos ambientais para a saúde humana, associados à produção intensiva, e incentivando a implementação de práticas agrícolas amigas do ambiente e hábitos de consumo mais sustentáveis e mais saudáveis.

A agricultura biológica é um sistema de produção sustentável que promove a biodiversidade, fomenta a atividade biológica do solo e privilegia o uso de boas práticas agrícolas. Neste contexto, foram abordados os seguintes temas:

- os impactos da atividade agrícola no ambiente e na saúde humana, tendo sido mencionados alguns problemas de saúde relacionados com a ingestão/exposição aos diferentes pesticidas comummente utilizados no sistema intensivo de produção vegetal, sublinhando a importância/obrigatoriedade da obtenção de formação por parte dos agricultores, nomeadamente através da frequência do curso de aplicação de produtos fitofarmacêuticos;

- as contaminações ambientais, nomeadamente as da água e do solo, com implicações sérias na saúde humana, a exemplo das provocadas pelos herbicidas, outros pesticidas e por organismos geneticamente modificados (OGM, que são proibidos na RAM);

- o desperdício alimentar na Europa, a falta de alimentos em alguns países, o elevado consumo de água na atividade agrícola e a redução da biodiversidade vegetal e animal ao longo do tempo bem como a caracterização em termos gerais da pecuária intensiva;

 

dae formacao dica2 - a fertilidade do solo, destacando-se o solo como um sistema vivo e ainda as práticas agrícolas importantes para a gestão da fertilidade do solo, nomeadamente a administração do composto, a adubação verde, a rotação de culturas e a consociação de culturas e;

- a desmitificação da presença de ervas infestantes, apresentando a monda manual/mecânica, o empalhamento do solo, o enrelvamento e o pastoreio como alternativas para o controlo das mesmas.

Foi ainda referida a importância da adoção de algumas práticas que visam a proteção das culturas, designadamente a plantação de sebes para atrair e abrigar os organismos auxiliares que limitam naturalmente as pragas e a colocação de armadilhas para monitorização das pragas e/ou para captura em massa.

Das 12 ações realizadas por esta Divisão, uma consistiu numa visita de estudo a uma exploração com banana em modo de produção biológico situada no concelho de Câmara de Lobos. A visita foi realizada no âmbito do projeto, da escola B+S Bispo D. Manuel Ferreira Cabral, titulado “O papel da bananeira e da cana-de-açúcar na preservação do meio ambiente”, cujo objetivo principal é a produção de papel a partir de resíduos de pseudocaule de bananeira e bagaço da cana-de-açúcar.


Divisão de Experimentação Agrícola
Direção de Serviços de Desenvolvimento da Agricultura
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar