1 1 1 1 1

Formação profissional em “Produção do Tabaibo” e “Produção de Maracujá”

tabaibo A Secretaria Regional de Agricultura e Pescas (SRAP) apresentou publicamente em 20 de maio de 2016 o Plano Estratégico para a Cultura do Tabaibo na Região Autónoma da Madeira, uma planta com presença ancestral e muito bem adaptada neste território, e com grande potencial de desenvolvimento de produção comercial em Modo de Produção Biológico, quer na costa sul da ilha da Madeira, em terrenos marginais e/ou menos propícios à agricultura, quer na ilha do Porto Santo.

A tabaibeira, sendo conduzida em moldes tecnicamente adequados, permite o aproveitamento económico de todos os órgãos da planta, desde as palmas/cladódios às sementes e flores e, naturalmente, o seu fruto, que os madeirenses tanto apreciam, mas que é produzido em quantidade insuficiente para abastecer o mercado dos frutos exóticos, seja o interno, sobretudo pela via do turismo, seja o externo, onde o figo-da-índia, a denominação por que nele é conhecido o tabaibo, vem adquirindo expressão crescente, devido ao reconhecimento dos atributos excecionais, aos níveis organolético, nutritivo e salutar deste fruto.

Este plano de ação, no que respeita à vertente produtiva e agronómica, dá um enfoque especial à necessidade de dotar os agricultores que se dedicam ou venham a dedicar a este cultivo de conhecimentos atualizados sobre as técnicas agronómicas mais indicadas ao melhor desenvolvimento das produções.

 

Nesta conformidade, para a prossecução dos objetivos do plano de ação em referência, a SRAP considerou prioritária a criação de um curso de formação profissional específica sectorial sobre a “Produção do Tabaibo”, cujo programa foi publicado no JORAM, através do Despacho n.º 147/2017 de 22 de março, onde são indicados os conteúdos programáticos, duração, horário, a metodologia da formação e o esquema de avaliação, entre outras informações.

De igual modo, e na  maracuja sequência dos objetivos traçados pelo Plano Estratégico para o Maracujá da Madeira, a SRAP procedeu à publicação do programa do curso de formação profissional publicado no JORAM, através do Despacho n.º 148/2017 de 22 de março, onde também são indicados os conteúdos programáticos, duração, horário, a metodologia da formação e o esquema de avaliação, entre outras informações.

As inscrições para os dois cursos de formação “Produção do Tabaibo” e “Produção de Maracujá” estão a decorrer e devem ser efetuadas na SRAP, através dos telefones 291 204 200/291 201 830 ou pelo e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar