1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar participa em programa promovido pela Comissão Europeia

programa fipronil certificado O Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar (LRVSA) participou no programa promovido pela Comissão Europeia, através do Joint Research Centre (JRC) para produção de um material de referência certificado (MRC) de fipronil em ovos.

O programa envolveu doze laboratórios europeus, selecionados pelo promotor com base na competência técnica demonstrada anteriormente com este analito e que demonstrassem seguir os requisitos ISO/IEC 17025 [1].

O LRVSA participou com dois métodos de análise acreditados independentes:

i) cromatografia gasosa com determinação por captura de eletrões (GC-ECD);

ii) cromatografia líquida com deteção de massas – triplo quadrupolo (LC-MS/MS), este último validado propositadamente para esta participação por via do modelo de acreditação flexível adotado no laboratório.

Tal como em outras áreas de atividade em que a informação deve ser validada por duas (ou mais) fontes independentes de informação, também nos laboratórios se aplica essa regra e daí o interesse da JRC em considerar não só os resultados obtidos por LC-MS/MS, como também aqueles obtidos por GC-ECD, uma técnica que, por via da sua pouca sensibilidade para alguns analitos, é cada vez mais menos utilizada.

Os resultados obtidos com os dois sistemas de deteção foram semelhantes entre si, mas ficou demonstrada alguma fragilidade por parte do método por GC-ECD, na medida em que, sendo menos sensível, está-lhe associado um coeficiente de variação maior (menor precisão).

 

Este programa decorre do incidente ocorrido em 2017, que levou à destruição e à retirada de comercialização de milhões de ovos contaminados com fipronil em toda a Europa [2] [3]. Para fazer face à situação , os Estados-membros e a Comissão Europeia acordaram, no âmbito do Comité Permanente de Plantas, Animais, Alimentos e Alimentos para Animais (Comité PAFF), implementar um programa de monitorização ad-hoc em toda a União que acabou por revelar a presença de fipronil em 17 % das amostras analisadas [4]. Como medida complementar do programa de monitorização, a Comissão promoveu, também através da JRC, um teste de proficiência “JRC-PT -2017-01 Fipronil in eggs” [5] para avaliar a reprodutibilidade dos resultados reportados pelos diferentes laboratórios dos diferentes Estados-membros.

O LRVSA participou em todas as fases deste processo, através da realização de análises a amostras colhidas no mercado regional e nacional, através da participação no teste de proficiência organizado e, por último, na produção do novo MRC que será comercializado pela JRC pela designação de ERM®-BB125 [1].

[1] European Commission, 2020. Certification Report. The certification of Fipronil sulfone and the Sum of fipronil and fipronil sulfone expressed as fipronil in egg powder - ERM®-BB125.

[2] RASFF - the Rapid Alert System for Food and Feed. (https://ec.europe.eu/food/safety/rasff_en)

[3] European Commission, 2017. Health and Food Safety Directorate-General. Summary report of the Standing Committee on Plants, Animals, Food and Feed, CIRCABC Link: https://circabc.europa.eu/w/browse/b4cd5d32-6ca6-4f18-8a5d-f60758e77065

[4] EFSA, 2018. Scientific Report. Occurrence of residues of fipronil and other acaricides in chicken eggs and poultry muscle/fat. European Food Safety Authority (EFSA), EFSA Journal 2018;16(5):5164

[5] European Commission, 2017. JRC Technical Reports. Determination of the Fipronil content in eggs.

Divisão de Análises Veterinárias e Agroalimentares
Direção de Serviços dos Laboratórios e Investigação Agroalimentar
Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural

Comentar

Código de segurança
Atualizar