1 1 1 1 1 Pontuação 5.00 (1 Votos)

Sidra da Madeira – inaugurada a 1.ª Sidraria, em Santo António da Serra

sidraria DICAs1 O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, inaugurou no passado dia 28 de janeiro, a Sidraria de Santo António da Serra (Machico), instalada num espaço do Centro Cívico local. Trata-se de uma infraestrutura capacitada para produzir, engarrafar e colocar no mercado um produto com história.

Durante o discurso de inauguração, Miguel Albuquerque salientou que este é um investimento com um objetivo muito claro: o de rentabilizar uma produção, que tem história na nossa Terra, a das variedades autóctones de pero.

O investimento de aproximadamente 183.000 euros foi aplicado na beneficiação e adaptação do espaço para a instalação da sidraria e na aquisição de equipamentos tecnológicos específicos para a produção e comercialização de sidras: sistema de corte e prensagem das maçãs, cubas de fermentação e estágio, e linha de engarrafamento, rotulagem, rolhagem/capsulagem da bebida.

A Sidraria de Santo António da Serra, a primeira de uma rede de sidrarias a implementar pelo Governo Regional, através da Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, assegura todas as condições técnicas para a produção e engarrafamento de sidras, com as características próprias de especificidade, genuinidade e inovação para a colocação no mercado, vincou o governante.

À Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SRA), através da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DRA), compete a coordenação, o apoio e a fiscalização à atividade sidrícola da Região, bem como a promoção de melhoria das condições de laboração e prensagem de frutos frescos de maçãs, peros e, eventualmente, peras de variedades regionais e as cultivadas e colhidas no arquipélago.

 

sidraria DICAs 2 Na sequência desta orientação política sectorial, foi colocado em marcha o projeto de construção e equipamento das Sidrarias da Madeira, com vista a maximizar o potencial da sidra madeirense.

Outro dos objetivos é conferir a abordagem mais adequada aos mercados consumidores e desta forma alavancar a produção de maçãs e peros de variedades regionais, contemplando a construção e o equipamento de uma rede de mini-sidrarias coletivas, que tem por objetivo dotar a Região de unidades modelares de serviço público para a obtenção dos vários tipos de sidras e ainda de vinagres de sidra e outros géneros alimentícios.

Este projeto será oportunamente complementado com uma Sidraria Central, localizada na Camacha, a partir da qual será dado todo o apoio necessário às sidrarias locais. Esta infraestrutura, a instalar na ex-Biofábrica, irá dispor também do equipamento necessário para produzir sidras naturais mais elaboradas (método “charmat” para sidra gaseificada e método “champanhês” para produzir sidra espumante), de uma engarrafadora/rolhadora/capsuladora mais sofisticada e adaptada a formatos especiais, bem como de capacidade de conservação e de armazenamento para apoio ao desenvolvimento/acabamento dos diversos “géneros” de sidra a obter.

 

Sara Moura
Técnica Especialista
Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural

 

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar