1 1 1 1 1

A importância de insetos benéficos para a agricultura. Conheça quatro exemplos

Os insectos benéficos desempenham um papel muito importante na agricultura. Estes, são responsáveis por matar ou parasitar um grande número de pragas de insectos por dia. Na maioria dos casos, os insectos auxiliares “trabalham de forma tão invisível” que algumas vezes nem nos apercebemos da sua importância.

Existem alguns truques que deve ter em consideração para manter as populações de insectos benéficos em níveis elevados. Com o principal objectivo de manter o ecossistema agrícola o mais sustentável possível, deve evitar ao máximo o uso de pesticidas uma vez que estes acabam também por matar estes insectos auxiliares.

Para atrair estes insectos para a sua horta por exemplo, cultive algumas plantas tais com a hortelã, a escudinha, o milefólio e o endro. Estas plantas desempenham um papel muito importante pois fornecem alimento aos insectos auxiliares ao longo do seu ciclo de vida. Nos períodos de seca, um bom conselho é deixar dentro de um recipiente algumas pedras de forma a fazer “peso”. Com este truque irá garantir que os insectos auxiliares possam pousar enquanto matam a sede.

Posso comprar insectos benéficos?

Sim, pode comprar insectos auxiliares em qualquer centro de jardinagem. Num pomar recente, pode demorar algum tempo até conseguir aumentar as populações de insectos benéficos. Enquanto o pomar está a “ganhar vida”, pode ser atacado por uma praga de insectos de forma severa e fazer estragos nas suas plantas. No tópico abaixo, dou 5 exemplos de insectos auxiliares para a agricultura e quais as pragas que combatem.

Exemplos de insectos benéficos

Crisopas

crisopa

Reconhecem-se pelas asas grandes, transparentes, de finas nervuras reticuladas. Destacam-se as espécies pertencentes às famílias dos Crisopídeos, dos Hemerobídeos e dos Coniopterigídeos, como os Neurópteros auxiliares mais frequentes e importantes.

Pragas controladas pela crisopa verde: afídeos, certas lagartas, certas cochonilhas, ácaros, tripes.

Joaninhas

joaninha

Entre os insectos auxiliares mais conhecidos, destacam-se os Coccinelídeos ou joaninhas.

 

A mais vulgar é a joaninha-de sete-pontos. Aparecem em quase todas as culturas, herbáceas, arbóreas ou arbustivas, de ar livre e de estufa. Algumas espécies de joaninhas são actualmente reproduzidas em laboratórios especializados e utilizados em luta biológica.

Pragas controladas pelas joaninhas: afídeos, cochonilhas, ácaros, psilas, thripes, entre outros.

Aranhas

aranha

Com excepção das aranhas venenosas, as aranhas em geral são excelentes insectos auxiliares. Através das suas teias, as aranhas capturam e devoram várias pragas de insectos, impedindo que se “alastrem” e contribuindo para o a sustentabilidade e equilíbrio do ecossistema.

Pragas que as aranhas controlam: aranhiços-vermelhos, outras pragas.

Libelinhas

libelinha

As libelinhas são um bom exemplo de um predador que esta inserido no topo da cadeia alimentar dos insetos. Estas adoram água ( sendo atraídas por tanques ou lagos), local onde depositam os seus ovos e encontram muito do alimento que necessitam.

Pragas que as libelinhas controlam: moscas e mosquitos.

Fonte: Newsletter Agricultura e Mar Actual n.º 1.013 consultada a 11/09/2019.

 

Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma
promotora do site A Cientista Agrícola

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar