1 1 1 1 1 Pontuação 1.00 (1 Votos)

Renovada a Acreditação do LRVSA

figura1 laboratorio regional de veterinaria e seguranca alimentar
 Figura 1

O Laboratório Regional de Veterinária e Segurança Alimentar (LRVSA), inserido na orgânica da Direção de Serviços dos Laboratórios e de Investigação Agroalimentar (DSLIA), da Direção Regional de Agricultura (fig. 1), obteve a continuação da acreditação da sua atividade no passado dia 2 de março pela terceira vez consecutiva, que lhe foi concedida pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC).

Com esta renovação, o LRVSA mantém os seus ensaios acreditados em regime de acreditação flexível.

A renovação da acreditação ficou evidenciada pela emissão da nova versão do anexo técnico L0509 na edição 9 de 2018-03-02, que pode ser consultada no endereço http://www.ipac.pt/pesquisa/ficha_lae.asp?id=L0509 (fig.2).

A concessão desta renovação decorre da análise ao plano de ações e às evidências solicitadas por responsáveis do IPAC aquando da avaliação do Laboratório, realizada entre os dias 6 e 7 novembro de 2017.

Refira-se que o processo da acreditação é voluntário, sendo que os Laboratórios participantes são avaliados in loco e de maneira periódica.

A avaliação das condições de funcionamento dos laboratórios que pretendem a acreditação, as suas metodologias de diagnóstico e o desempenho dos seus trabalhadores e do seu Sistema de Gestão é feita anualmente pelo IPAC, com recurso a auditores designados pelo referido organismo, para cada área laboratorial acreditada (veterinários, microbiologia alimentar e resíduos de pesticidas) e para o Sistema de Gestão (SG).

Em cada ciclo de acreditação (quatro anos) os Laboratórios são sujeitos a avaliações de acompanhamento, sendo que no fim de cada de cada ciclo, para continuar a manter os seus ensaios acreditados, os laboratórios devem formalizar esta intenção junto ao IPAC.

Em 2017, o LRVSA/DSLIA/DRA solicitou a renovação para um novo ciclo para os ensaios já acreditados. Assim, esta renovação implicou uma análise minuciosa realizada no intuito de verificar se o Laboratório continuava a cumprir os requisitos que lhe garantem ser uma entidade acreditada e, sobretudo, demonstrar a melhoria contínua dos seus processos.

 
figura2 informacao disponibilizada pelo IPAC no diretorio das entidades acreditadas
 Figura 2

Relembra-se que a Acreditação é um processo que visa averiguar as entidades por meio de órgãos avaliadores competentes (em Portugal é o IPAC), baseado em normas reconhecidas. O intuito é que nas mesmas seja demonstrada a sua imparcialidade, competência, desempenho e capacidade para realizar determinados ensaios laboratoriais. Assim, a acreditação configura-se como uma ferramenta que, em escala internacional, é utilizada para gerar confiança nos serviços prestados pelos laboratórios, inclusivamente nas análises de controlos oficiais.

Neste processo, a norma de referência usada na acreditação destas organizações é a NP EN ISO/IEC 17025:2005, a qual dispõe sobre os “Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração”. Esta norma assegura que um Laboratório acreditado está apto para produzir dados confiáveis, rastreáveis e reprodutíveis.

Desta forma, o LRVSA pode demonstrar aos seus clientes que as análises oferecidas nas áreas de veterinária, microbiologia alimentar e resíduos, são de confiança e qualidade.

Com a entrada neste terceiro ciclo, o LRVSA demostra ser um serviço de sucesso, que se coloca num lugar de destaque no panorama regional, nacional e internacional, cada vez mais exigente.

O sucesso é um grande triângulo, tendo como vértices o caráter, a competência e o esforço”.

Ana Fraga

 

Zita Vasconcelos
Gestora do Sistema de Gestão da Qualidade da DSLIA
Direção de Serviços dos Laboratórios e Investigação Agroalimentar
Direção Regional de Agricultura

Tem alguma questão? Coloque-a aqui:

Código de segurança
Atualizar